Menu
Buscarsexta, 21 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
unigran24
banner100
GRÁFICOS

Douradense na diretoria

Empresário Jairo de Osti é vice em renovação de entidades

30 março 2022 - 08h57Por Redação Douranews

Empresários da indústria gráfica elegeram nesta terça-feira (29), durante votação realizada ao longo do dia, as novas diretorias de duas importantes entidades setoriais para o triênio 2022/2025: o Sindigraf-MS (Sindicato das Indústrias Gráficas de Mato Grosso do Sul) e a Abigraf-MS (Associação Brasileira da Indústria Gráfica Regional de Mato Grosso do Sul). Os filiados reconduziram Julião Flaves Gaúna à presidência da Abigraf-MS e Altair da Graça Cruz à presidência do Sindigraf-MS. O empresário douradense Jairo de Osti (Gráfica Seriema) é o segundo vice-presidente nas duas composições.

Julião Gaúna, proprietário da indústria gráfica Pontual, fez um balanço da gestão que se encerra. “Nos últimos anos, a diretoria trabalhou no sentido de divulgar e levar informações ao conhecimento dos associados sobre a Abigraf regional, bem como trazer as informações sobre a Abigraf nacional. Dessa forma, entendemos que estamos contribuindo para que os empresários tomem a melhor decisão, para poder fazer investimentos em seus negócios e tornar competitiva a indústria gráfica sul-mato-grossense. Assim, mantemos a empregabilidade e geramos riquezas para a economia.

Diante de um cenário pandêmico, o líder sindical projetou os novos desafios à frente da Abigraf-MS. “O principal desafio da indústria gráfica é fazer com que nos tornemos cada vez mais úteis à sociedade. Nos últimos tempos houve uma mudança drástica no negócio. Antes, tínhamos como principal ativo o papel de impressão. Agora, temos outros jeitos de informar a sociedade, por meio das mídias digitais. Então temos de buscar adaptação, entender qual o melhor caminho e inserir a comunicação nos nossos processos”, afirmou Gaúna.

Já Altair da Graça Cruz, proprietário da Gráfica Oriente, também citou a pandemia como um dos obstáculos a serem superados pela indústria gráfica sul-mato-grossense. Para o líder sindical, a união de esforços dos empresários será fundamental para a superação desse cenário. “Enfrentamos essa pandemia, e houve uma retração drástica na economia do país e no setor gráfico nacional. Em Mato Grosso do Sul não foi diferente. Estamos apostando na retomada dos serviços, contando que esse é um ano eleitoral e que demanda bastante do setor gráfico em termos de propaganda. O objetivo da nova gestão é conseguir a maior captação possível de empresas para se sindicalizarem, para que o setor continue forte e unido”, afirmou o presidente.

Deixe seu Comentário

Leia Também