Menu
Buscarquinta, 13 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
32°C
unigran24
banner100
OBRAS

Investimentos ajudam produtor

Estado inicia serviços de construção da ponte e ligação de Dourados a Maracaju

31 março 2022 - 08h20Por Redação Douranews

As obras de pavimentação e implantação de pontes de concreto na região de Maracaju, vão mudar a realidade local e levar desenvolvimento para toda região. Esta é a avaliação dos moradores, produtores rurais e profissionais da área da Placa do Abadio que utilizam a rodovia diariamente. Para construir este novo cenário o Governo do Estado está investindo mais de R$ 98 milhões em diversas frentes de trabalho. A pavimentação da estrada segue em duas etapas, sendo a primeira de 30,8 km, no valor de R$ 48,5 milhões, começando no entroncamento da BR-267 com a MS-162, e a segunda, com mais 24,92 km, seguindo até a MS-270 (placa do Abadio), próximo aos municípios de Dourados e Itaporã, no valor de R$ 50 milhões.

Os dois trechos estão na fase de terraplanagem. A engenheira responsável pela primeira etapa, Gabriela Souza, ressaltou que a expectativa é concluir toda pavimentação deste primeiro lote até o final do ano, antes de começar o período das chuvas, para que a população já possa usufruir da nova estrutura. Junto com estas duas frentes de trabalho, também seguem outras obras na rodovia, entre elas a implantação da ponte de concreto sobre o Córrego Sete Voltas, que está em pleno vapor. Os trabalhos no local já somam 60 dias e a previsão é que a nova estrutura de 30 metros fique pronta em um mês.

Para os moradores, produtores rurais e pessoas que trafegam pela estrada, a pavimentação da rodovia que vai ligar Maracaju a Dourados será um “sonho realizado”, já que vai reduzir a distância, diminuir o tempo de viagem, melhorar as condições do percurso, contribuir com o escoamento da produção e acabar com a poeira e atolamentos na região.

“Será um avanço sem tamanho, um grande sonho que será realizado. Uma contribuição que os produtores e moradores não vão esquecer”, descreveu o produtor rural Marcelo Cassim Corrêa, de 53 anos, que tem uma fazenda na região. Ele contou que faz parte da quarta geração da família, que é uma das primeiras de Maracaju. “Quando ficar pronto o asfalto tenho certeza que meu pai de 85 anos vai chorar de emoção”.

Para o médico veterinário Joconias Felix, que trabalha em várias fazendas ao redor da rodovia, o asfalto vai ser a solução de vários problemas no trecho. “Quando chove muito o acesso fica difícil por aqui, muitos carros atolados e buracos. A pavimentação vai ajudar por exemplo no escoamento de produtos e transporte de gado”, citou ele. O fazendeiro Arlai Antônio Pesqueira, que veio de Santa Catarina e está há dois meses na região, citou que a obra será muito importante para produção local. “Vai contribuir demais com a lavoura, os caminhões não vão mais atolar e nem cair em buracos. São investimentos que fazem a diferença para quem produz”.

Deixe seu Comentário

Leia Também