Menu
Buscarsexta, 19 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
23°C
unigran24
novo terminal

Ministro admite atraso, mas promete aeroporto novo este ano

Geraldo Resende se reúne com ministro de Portos e Aeroportos

10 julho 2024 - 17h17Por Com Assessoria

O deputado federal Geraldo Resende (PSDB-MS) esteve na manhã desta quarta-feira (10) no Ministério de Portos e Aeroportos, em audiência com o ministro Silvio Costa Filho, tratando do projeto de construção do novo terminal de cargas e descargas no aeroporto municipal de Dourados. O ministro admitiu que houve atraso no andamento do processo devido à burocracia do próprio Ministério, mas garantiu a solução de todas as pendências ainda neste mês de julho.

“Infelizmente, houve um atraso por conta da burocracia interna do próprio Ministério, porque temos que analisar projetos e processos de todo o Brasil. Mas estamos trabalhando para acelerar com a área técnica o projeto e esperamos que até o final deste mês estejamos com tudo pronto para podermos avançar na licitação e na obra, que é muito importante para todo o Mato Grosso do Sul, sobretudo para Dourados e região”, afirmou o ministro durante a audiência.

Sicredi

O deputado Geraldo Resende disse que mais uma vez foi muito bem recebido pelo ministro Silvio Costa Filho e que voltou a fazer cobranças para que a questão do aeroporto de Dourados seja colocada como prioridade na agenda do Ministério dos Portos e Aeroportos. “O ministro nos disse que houve alguns contratempos por parte do Ministério e do Estado, mas esperamos que até o final deste mês haja uma solução e que possamos, no segundo semestre, ter o processo licitatório e começar a construção do novo receptivo do aeroporto de Dourados”.

Recursos

A conquista de recursos para a construção do novo terminal de passageiros do aeroporto de Dourados é resultado de um trabalho desenvolvido pelo deputado Geraldo Resende desde os primeiros meses do ano passado. Em junho de 2023, o parlamentar solicitou ao Ministério de Portos e Aeroportos a inclusão da obra, orçada a época em R$ 40 milhões, no Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), e em outubro os recursos foram confirmados no programa de investimentos do governo federal.

“Com isso, o governo do Estado, que inicialmente faria os investimentos no aeroporto de Dourados, ficou liberado para utilizar os recursos em outra área prioritária para a população sul-mato-grossense”, conclui o parlamentar sul-mato-grossense.