Menu
Buscarsábado, 22 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
unigran24
banner100
ENCONTRO

Ministro leva agenda de Dourados

Secretário Cleriston representou prefeito em evento na Unigran

27 abril 2022 - 09h46Por Assessoria

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Cleriston Recalcatti, representou o prefeito Alan Guedes na palestra do ministro da carreira diplomática do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, durante evento sobre os avanços no projeto de implantação da Rota Bioceânica, realizado nesta terça-feira (26) na Unigran.

“Aproveitamos o encontro com o ministro João Carlos Parkinson de Castro, que tem um grande apreço por Dourados e entregamos a ele, a Agenda de Desenvolvimento Regional do Programa Líder Sul e o perfil sócio-econômico atualizado, com o intuito de mostrar ao ministro as potencialidades do município, além dos projetos da gestão Alan Guedes”, explica Cleriston.

O evento organizado pela Unigran, também contou com uma palestra “Integração Logística Internacional” ministrada pelo arquiteto Odilon Trindade Valençoela, que é o idealizador Projeto FerroGuarani (egresso da primeira turma do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unigran). Acadêmicos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia participaram da ação.

A Rota Bioceânica

A Rota Bioceânica é um corredor rodoviário com 2,3 mil quilômetros, que interliga o Oceano Atlântico aos portos de Antofagasta e Iquique, no Chile, cortando o Brasil, Paraguai e Argentina. O objetivo é encurtar as distâncias, otimizando as exportações do Centro-Oeste brasileiro a mercados como Ásia, Oceania e Estados Unidos. O corredor, chamado de Rota de Integração Latino-Americana (RILA), incluirá a construção de uma ponte sobre o Rio Paraguai, seguindo pelo Paraguai, Argentina até o Chile.

Com a viabilização da rota bioceânica, que vai ligar os oceanos Atlântico e Pacífico, passando pelo centro da América do Sul, a exportação de produtos de Mato Grosso do Sul para a China, via os portos do Chile vai ficar mais barata por container, em relação aos embarques feitos dos terminais no sudeste e sul do Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também