Menu
Buscarsábado, 18 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
22°C
Dourados

Pente-fino na PED recolhe 110 facas, 16 celulares e drogas em Dourados

26 janeiro 2017 - 21h55

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) recolheu, pelo menos, 16 aparelhos celulares e 110 facas artesanais, além de 100 porções de maconha, seis porções de cocaína e uma porção de pasta base, durante a operação pente-fino realizada na manhã desta quinta-feira (26), em celas dos raios 2 e 3, além das celas da cadeia linear da PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Coordenada pela Diretoria de Operações, a vistoria nas celas foi realizada por agentes penitenciários, com o apoio dos policiais do Batalhão de Choque da PM (Polícia Militar). Para o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, a vistoria teve como objetivo principal a prevenção de movimentos subversivos à ordem e à lei, para localizar e efetuar a retirada de possíveis materiais proibidos, detectar eventuais grades serradas, possíveis túneis e possibilitar a preservação física das celas, solários e alambrados.

Conforme o dirigente, ações desse tipo são desencadeadas cotidianamente em todas as unidades prisionais do Estado, sempre com o intuito de impedir o avanço do crime organizado dentro dos nossos presídios, preservando a segurança de nossos servidores e da população em geral.

Na quarta-feira (25), o Estabelecimento Penal Máximo Romero, em Jardim, passou por uma vistoria de rotina realizada pelos servidores penitenciários. A revista aconteceu no Pavilhão D, onde foram apreendidos dois aparelhos celulares e dois carregadores artesanais. No domingo (22) durante visita de familiares, uma visitante foi flagrada por agentes penitenciários, tentando entrar na Penitenciária de Dois Irmãos do Buriti com fermento biológico. Os agentes perceberam que junto com os demais pertences havia um pacote com pó de suco artificial de 1kg e 200g, no qual havia misturado uma grande quantidade de fermento biológico. O fermento é usado pelos internos para na confecção de bebida alcoólica artesanal.

Já em Corumbá, no Estabelecimento Penal Feminino “Carlos Alberto Jonas Giordano”, durante uma revista na última semana os servidores flagraram 16 chuços e um carregador, além de constatarem grades serradas em uma das celas.