Menu
Buscarsexta, 21 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
unigran24
banner100
Dourados

Projeto "Recicla Verdinho" leva alunos da Escola Clori Benedetti à feira

Estudantes puderam usar o "dinheiro" arrecadado com a troca de recicláveis para comprar produtos da agricultura familiar

24 agosto 2022 - 16h36Por Assessoria

Os alunos da Escola Municipal Clori Benedetti de Freitas, que participam do projeto piloto de educação ambiental “Recicla Verdinho”, estiveram nesta quarta-feira (24) na Feira do Produtor da Praça Cinquentenário para gastar os “verdinhos” arrecadados com a troca dos itens recicláveis. O “verdinho” é uma moeda social criada para ser utilizada na compra de produtos da agricultura familiar. 

A secretária municipal de Educação, explica que a iniciativa busca inserir nas crianças práticas de educação sustentável, com incentivo à reciclagem e contribuindo com a variedade de alimentos em casa. “Esse projeto trabalha várias questões com os nossos alunos: a alimentação saudável, a preservação do meio ambiente, a questão do trabalho do valor do dinheiro, entender que é necessário o esforço de juntar e trocar para ganhar”, afirma Ana Paula Benitez Fernandes.

A ação é desenvolvida em parceria com a Semed (Secretaria Municipal de Educação), Semaf (Secretaria Municipal de Agricultura Familiar), Semdes (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), por meio do Cidade Empreendedora, com apoio do Sicredi e da Agecold (Associação dos Agentes Ecológicos de Dourados). 

Segundo Jair Silveira de Almeida, os alunos estão muito motivados em arrecadar os “verdinhos”. “As crianças estão participando bastante, correndo atrás do material reciclável para fazer a troca pelas moedas. Muitos alunos estão pegando alimentos para levar para a casa. Esse projeto tem feito a diferença, pois na região em que os alunos moram as vezes não têm esses produtos disponíveis nos mercados e quando eles chegam aqui na feira, procuram coisas diferentes para levar para a família”,  disse o diretor da escola.

Essa é a segunda vez que a turma faz compras na feira. Mais duas visitas estão programadas até o final do projeto. “Eu gosto muito de vir aqui na feira, comprei maracujá, tomate, alface, uva e outros produtos. Vou levar para a minha mãe fazer no almoço para eu e meus sete irmãos”, comentou a estudante Camila de Araújo.

Deixe seu Comentário

Leia Também