Menu
Buscarsegunda, 15 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
unigran24
Dourados

Ramim quer tráfego permitido até 60 km/h na Marcelino Pires

08 fevereiro 2017 - 19h22

Durante a primeira sessão legislativa do ano, ocorrida na segunda-feira (6), o vereador Romualdo Ramim (PDT) solicitou da Agetran (Agência Municipal de Transportes e Trânsito) estudos para o aumento do limite da velocidade do tráfego na avenida Marcelino Pires, que passaria dos atuais 50 para 60 km/h.

Segundo o vereador, a medida de limitar a velocidade em 50 Km/h implantada no ano passado na via pode ser positiva por um lado, mas com a mudança de hábito forçada e falta de uma campanha de esclarecimento mais ostensiva, fez a população considerar a medida como uma tentativa de arrecadar recursos por meio de uma “indústria da multa”.

Sicredi

Segundo a Agetran, o município de Dourados possui uma frota de mais de 100 mil veículos que se somam a outros 40 mil que chegam da região, circulando diariamente nas vias centrais aumentando ainda mais o fluxo.

“A velocidade mais baixa reduz o potencial de acidentes dentro dos bairros, mas nas vias rápidas, não faz sentido. Não houve campanha educativa sobre a redução da velocidade. Segundo a federação das seguradoras, a maior causa de acidentes é dirigir falando ao celular, no entanto, isso não foi alvo de nenhuma campanha educativa com a população. A única forma de educação foi a multa. Ainda, segundo dados do Detran, a maioria dos acidentes de trânsito no município são com motociclistas e pedestres”, afirmou Ramim.

O Código de Trânsito Brasileiro permite um limite mais alto, podendo as pistas centrais terem uma velocidade máxima de até 90 km/h, já as pistas locais precisam de velocidade mais baixa. Segundo o vereador, devido ao grande número de semáforos que a Marcelino Pires possui, nos horários de pico o próprio tráfego intenso já limita a velocidade e no resto do dia os carros andam mais devagar do que poderiam.

“Com a sinalização reforçada e com a educação para o trânsito, o limite de velocidade de 60 Km/h desafogará mais a circulação nesta principal via da nossa cidade, que em certos trechos já contam com pequenos congestionamentos ocasionando até o bloqueio de alguns cruzamentos, o que necessita de medidas emergenciais de melhoria na engenharia do tráfego”, finalizou o vereador.

Deixe seu Comentário

Leia Também