Menu
Buscarsexta, 19 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
Dourados

Reinaldo garante com ministro R$ 15 milhões para inicio das obras do Hospital Regional de Dourados

11 novembro 2016 - 12h27

A região da grande Dourados está cada vez mais próxima de ver a construção do Hospital Regional de Dourados se concretizar. Isso porque nesta quarta-feira (9), o governador Reinaldo Azambuja esteve em Brasília, em audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para confirmar o repasse de R$ 15 milhões iniciais do convênio para o início das obras.

“Estivemos com o ministro Ricardo Barros na noite de quarta-feira para cobrar o compromisso do Ministério da Saúde de liberar R$ 15 milhões para o início das obras da primeira etapa do Hospital Regional de Dourados. O governo do estado vai entrar com a diferença que deve chegar a um orçamento perto dos R$ 30 milhões.

Sicredi

Com isso, teremos condições de iniciar a licitação e as obras do hospital para a região da grande Dourados já em 2017”, declarou o governador.

maquete-hr-dourados
Maquete eletrônica do Hospital Regional de Dourados

O projeto do hospital atende a lógica de reestruturação do Sistema Estadual de Saúde. Cerca de R$ 48 milhões são necessários para a conclusão da obra. Em julho desse ano, Reinaldo recebeu do ministro a garantia da liberação de R$ 20 milhões. Com o repasse inicial de R$ 15 milhões, será possível começar o projeto.

Hospital Regional de Dourados

Após a readequação de projeto e a renovação do convênio com o Ministério da Saúde, que havia sido cancelado na gestão anterior, o Hospital Regional de Dourados está prestes a dar o pontapé inicial para se tornar realidade. A obra terá um custo de R$ 48 milhões, dos quais o governador já garantiu a liberação de R$ 20 milhões pelo Ministério da Saúde.

Anexa à unidade, o governo construirá ainda um Centro de Diagnóstico, com investimento de R$ 7 milhões – dos quais R$ 3,5 milhões garantidos por meio de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Geraldo Resende.

Na segunda maior cidade do Estado, o governo concluiu ainda as obras do Hospital Regional de Cirurgias Eletivas de Dourados que atende pacientes de 33 cidades da região.

Regionalização da Saúde

Depois de zerar a fila da vergonha com a Caravana da Saúde, que atendeu os 79 municípios, Reinaldo reforça investimentos maciços para criar uma lógica regional da saúde, com abertura de mais leitos e construção de unidades hospitalares em Campo Grande e no interior de MS.

“A saúde pública é municipalizada, mas isso não impede que o governo invista na melhoria dos serviços em todo o Estado. Enquanto as gestões anteriores investiam 4% na saúde, no ano de 2015 aplicamos 12,7% e seguimos avançando em um patamar no qual é possível afirmar que o Estado está fazendo a sua parte como nunca fez. Essa é a construção de uma lógica regional de atendimentos”, explicou Reinaldo.

Em um ano e 10 meses, o Governo inaugurou 70 leitos de UTI, sendo 10 neonatais e 60 adultos em seis hospitais de MS. Além disso, iniciou o processo de construção de hospitais para atender a região da grande Dourados, a região do bolsão em Três Lagoas, unidade de hemodiálise para atender moradores da região norte em Coxim, abertura de UTIs para população do Vale do Ivinhema, e a finalização do Hospital do Trauma, ampliação do Hospital do Câncer Alfredo Abrão e investimentos nas demais unidades como Hospital Regional e Adventista do Pênfigo, entre outros, em Campo Grande.