Menu
Buscardomingo, 16 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
23°C
unigran24
banner100
PROJETO

União para conter alagamentos

Barbosinha quer intermediar ações de adequações em túnel de Dourados

23 março 2022 - 14h35Por Redação Douranews

O deputado Barbosinha solicitou, na sessão desta quarta-feira (23) da Assembleia Legislativa, que o prefeito Alan Guedes e o secretário de Obras, Luis Gustavo Casarin, respondam, no prazo de cinco dias, se há projetos de engenharia ou estudos em andamento, visando a adequação do túnel que divide os bairros Parque das Nações I e II, que passa sob a Rodovia BR-163, em Dourados, no sentido de prevenir os recorrentes alagamentos que tem afetado usuários do tráfego naquela área.

Ainda de acordo com a solicitação, em caso positivo, Barbosinha pede que esses projetos sejam enviados para o gabinete dele que se comprometeu a intermediar, junto ao Governo Federal e aos parlamentares que representam o Mato Grosso do Sul no Congresso Nacional, a destinação de recursos para execução desta importante obra, inclusive, incluindo-a no projeto de licitação da nova concessão da Rodovia BR-163, previsto para ocorrer brevemente.

Na justificativa, o deputado douradense lembrou que o final de semana passado foi marcado por vários transtornos no perímetro urbano, e um dos pontos que sofreu alagamento, o segundo de grandes proporções em pouco mais de 15 dias, foi o túnel do Parque das Nações, que passa sob a BR-163, pela rua Honduras”, observou o parlamentar, após as fortes chuvas registradas na sexta-feira (18) no Município.

O local estava livre desse tipo de problema desde 2014, graças a diversos serviços desenvolvidos no local, incluindo a construção de valas de escoamento, que impediam a chegada da água da chuva até o túnel. A falta de uma galeria exclusiva para captação de águas pluviais, como havia sido feito no antigo túnel, construído ainda nos anos 2000, faz com que todo o escoamento, nesse período de chuva mais intensa, desague pra dentro do túnel, ocasionando a obstrução imediata. Além disso, observa, nos primeiros 20 dias do mês de março a cidade já acumulou 184,5mm de chuvas, diante da média histórica de 137,4mm para o mês.

“Entendemos haver a necessidade de que haja uma comunhão de esforços entre todos os representantes da população douradense, no sentido de que sejam desenvolvidos projetos e estudos para encaminhamentos aos órgãos públicos federais e consequente captação de recursos junto a nossa bancada federal, por se tratar de um serviço feito sob rodovia federal, e ajudar a equacionar essa situação que tira a tranquilidade das pessoas a cada precipitação pluviométrica”, conclui Barbosinha.

Deixe seu Comentário

Leia Também