Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
26°C
Dourados

Vereador desconhece trabalho da Guarda Mirim e quer ‘tomar’ imóvel

28 outubro 2016 - 12h15

Ao postar filmagem em que visitou as instalações da área atualmente pertencente à Guarda Mirim de Dourados “Dr João Adolfo Astolfi”, o vereador Cido Medeiros, reeleito pelo DEM, propôs via Facebook, que o espaço fosse destinado, ou para servir como capela mortuária, ou como centro comunitário para atender moradores do bairro. “Ele deve ter se esquecido que assinou, há dois anos, juntamente com todos os outros 18 vereadores de Dourados, a carta de apoio para que aquele espaço fosse cedido para a ação da Guarda Mirim com menores e adolescentes do Município”, reagiu o presidente da entidade, João Frazão, ao tomar conhecimento da publicação.

Frazão e os diretores Sebastião Silva de Oliveira, subcomandante da Guarda e o diretor social José Leonardo Albuquerque questionam a impropriedade do vídeo produzido por Cido Medeiros. “Ele esquece fácil do compromisso feito com a Guarda e, talvez ainda no calor de uma nova eleição, resolve sair por aí falando o que deveria ter falado antes, aliás, esse compromisso com a comunidade do João Paulo II ele está devendo faz tempo”, comentaram os dirigentes, a partir de contatos com os pais de alunos que relatam dificuldades enfrentadas no bairro.

A Guarda Mirim de Dourados foi criada em março de 2015 e, antes disso, em novembro de 2014, recebeu o aval de expressivos segmentos da comunidade, incluindo todos os 19 vereadores, liderados pelo presidente da Câmara, Idenor Machado, que subscreveram documento de apoio. Em junho de 2016, graças à articulação da diretoria junto ao prefeito Murilo Zauith (PSB), a entidade firmou convênio para uso da área do Jardim João Paulo II por 20 anos. “Isso quer dizer que o espaço já tem uma destinação efetiva, e só quem não conhece é que poderia vir agora apresentar sinais de oportunismo pós-eleitoral”, observou o presidente João Frazão.

Frazão, Leonardo e Sebastião sugerem que o vereador seja, então, já que se propõe a começar um trabalho pelo bairro onde mora, o interlocutor de conversações junto ao deputado Zé Teixeira, do partido dele [Teixeira já trabalha, na Assembleia, para tornar a Guarda Mirim de Utilidade Pública Estadual] e ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), pelo atendimento do compromisso firmado de ajudar na construção das benfeitorias definidas pela diretoria para melhor atender aos alunos. Desde que foi criada, a Guarda já formou 75 adolescentes e hoje trabalha com uma segunda turma, de 108 componentes. Cerca de 20 membros já estão encaixados no mercado de trabalho.

Deixe seu Comentário

Leia Também