Menu
Buscarsábado, 15 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
unigran24
banner100
EMPREGO

Estado se mantém em alta

Mato Grosso do Sul é o quinto que mais gera oportunidades

06 junho 2022 - 13h41Por Redação Douranews

Impulsionado pelo setor de serviços, Mato Grosso do Sul permanece sendo destaque positivo na geração de empregos com carteira assinada, conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta segunda-feira (6) pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social. Em abril, o Estado criou 2.586 novas vagas no mercado de trabalho formal (com 29.060 admissões e 26.474 desligamentos).

Com esse resultado, a Unidade da Federação acumula mais de 19.068 novas vagas no mercado de trabalho formal no quadrimestre. O aumento de 3,39% em relação ao estoque de empregos do mês de dezembro de 2021 coloca Mato Grosso do Sul em 5º lugar em termos de crescimento percentual no ano de 2022, atrás apenas de Amapá (4,31%), Goiás (3,74%), Roraima (3,52%) e Mato Grosso (3,48%).

Entre os municípios sul-mato-grossenses com melhor saldo de empregos estão Campo Grande (552), Três Lagoas (453), Ribas do Rio Pardo (354), Nova Alvorada do Sul (304), Vicentina (241), Caarapó (230), Costa Rica (116), Ivinhema (111) e Nova Andradina (117).

No acumulado de 12 meses (de maio de 2021 a abril de 2022), Mato Grosso do Sul gerou 37.808 empregos com carteira assinada. E para impulsionar ainda mais as contratações, até sexta-feira (10), a Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) realiza o Feirão Digital de Empregos por meio do aplicativo “MS Contrata+”, disponível para IOS e Android.

Confira resumo feito pela Funtrab sobre a geração de empregos em MS

No Brasil

Em abril, o Brasil criou 196.966 novos empregos formais. O saldo é resultante de um total de 1.854.557 admissões e de 1.657.591 desligamentos. Com isso, os trabalhadores celetistas no país estavam, naquele mês, em 41.448.948 vínculos, o que, segundo dados do balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) divulgados hoje (6), representa uma alta de 0,48% na comparação com o mês anterior.

De acordo com o Novo Caged, no acumulado de 2022 o saldo está em 770.593 empregos, número que decorre de um total de 7.715.322 admissões e de 6.944.729 desligamentos. Este saldo é 3,6% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado.