Menu
Buscarsábado, 22 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
unigran24
banner100
ROTA

Fórum Bioceânico avança projeto do corredor

Senador Nelsinho destaca importância da participação internacional

27 maio 2022 - 07h55Por Redação Douranews

O I Fórum “A Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico”, promovido pela Assembleia Legislativa com apoio do presidente da Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico, senador Nelsinho Trad (PSD/MS), do ministro das Relações Exteriores Carlos França e o Governo de Mato Grosso do Sul, atraiu nesta quinta-feira (26) cerca de 400 pessoas e autoridades do Brasil e internacionais da Argentina, Chile, Paraguai e Bolívia.

No plenário e do saguão do prédio, estruturas foram montadas para atender o público. O senador Nelsinho Trad manifestou a grandeza desse fórum. “Mostra a magnitude do Projeto do Corredor Bioceânico e é com muita alegria que participamos dessa mesa de abertura. Esse evento é o resultado do trabalho e da parceria das instituições aqui representadas”, disse.

Nelsinho Trad recordou o sonho do sul-mato-grossense de ter a rota concluída. “Lá nos anos de 1989, eu estava terminando a minha residência de Urologia, sou médico, teve uma pessoa que sonhou com essa rota e colocou como prioridade em MS, refiro-me ao Heitor Miranda dos Santos (ex-prefeito de Porto Murtinho) a quem peço uma salva de palmas”, enfatizou o senador Nelsinho Trad.

A Rota Bioceânica entre Brasil e Chile, passando por Paraguai e Argentina, vai transformar Mato Grosso do Sul em “hub logístico”, grande centro de importação e exportação. Oito municípios de MS estão incluídos: Porto Murtinho, Jardim, Caracol, Bela Vista, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Sidrolândia e Campo Grande, segundo o ministro de carreira diplomática João Carlos Parkinson, coordenador nacional do Corredor Rodoviário Bioceânico.

O projeto interfere ainda nas atividades de outros 15 municípios. “Em área de influência (um raio de 250 km) estão: Nova Alvorada, Terenos, Jaraguari, Bandeirantes, Ribas do Rio Pardo, Aquidauana, Anastácio, Dois Irmãos do Buriti, Bonito, Ponta Porã, Dourados, Rio Brilhante, Maracaju, Itaporã e Antônio João”, explicou. Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, quase 30% estarão ligados ao corredor. Municipalista, o senador Nelsinho Trad vem defendendo esse empreendimento.

O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa (PSDB), agradeceu o apoio do senador Nelsinho Trad e destacou a comunicação do evento para colocar MS no centro das discussões. “Estamos fazendo história”, afirmou o presidente.  

“Sintam-se parte desse projeto de desenvolvimento que extrapola o âmbito nacional de cada país e alcança o objetivo da integração que tanto almejamos para a nossa América do Sul”, ressaltou o senador Nelsinho Trad, agradecendo a vinda do ministro Carlos França, o parlamentar do Paraguai Enzo Cardoso, do Chile, os senadores Jaime Quintana Leal e Jorge Sória e o governador José Miguel.

Deixe seu Comentário

Leia Também