Menu
Buscarsexta, 19 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
MUDANÇAS NO ENSINO MÉDIO

Com votos de parlamentares de MS texto é aprovado pelos deputados

O texto já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados em março, mas foi alterado no Senado

10 julho 2024 - 08h03Por Redação Douranews

Com o apoio de todos os parlamentares de Mato Grosso do Sul a Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (9), projeto de lei que muda alguns pontos da reforma do ensino médio. O texto segue para sanção do presidente Lula (PT).

O deputado federal e pré-candidato à prefeitura de Campo Grande, Beto Pereira (PSDB), foi o único que não compareceu à sessão. Geraldo Resende (PSDB), Camila Jara (PT) e Vander Loubet (PT), Luiz Ovando (PP), Dagoberto Nogueira (PSDB), Marcos Pollon (PL) e Rodolfo Nogueira (PL), votaram a favor do projeto.

Sicredi

Alterações

Com as mudanças aprovadas pelos parlamentares a carga horária do ensino médio passa a ser de no mínimo 2.400 horas (somados os três anos do ensino médio) para alunos que não optarem pelo ensino técnico, além de 600 horas de matérias optativas, totalizando 3 mil horas no total.

Já para o ensino médio técnico, será possível escolher entre 600 e 1,2 mil horas de aulas técnicas e o restante de disciplinas tradicionais, totalizando 3 mil horas no total.

O texto já havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados em março, mas foi alterado no Senado, o que levou a uma nova análise dos deputados. Na votação desta terça, mudanças feitas no Senado foram rejeitadas, entre elas a obrigatoriedade do ensino de espanhol. A disciplina será optativa. Confira as principais mudanças.

Carga horária

2.400 horas para disciplinas obrigatórias.
600 horas para disciplinas optativas.

Disciplinas obrigatórias

Disciplinas obrigatórias em todos os anos: português, inglês, artes, educação física, matemática, ciências da natureza (biologia, física, química) e ciências humanas (filosofia, geografia, história, sociologia). Espanhol será facultativo.

Para comunidades indígenas, o ensino médio poderá ser ministrado nas suas línguas maternas.

Itinerários formativos

Cada escola deve ofertar no mínimo dois itinerários (exceto aquelas que oferecem ensino técnico).

Ensino técnico

2.100 horas de disciplinas obrigatórias, com 300 horas podendo ser destinadas a conteúdos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) relacionados à formação técnica.

Ensino à distância

A carga horária da formação geral básica deve ser oferecida presencialmente, com ensino mediado por tecnologia permitido em casos excepcionais.