Menu
Buscarquinta, 18 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
15°C
Educação

ProUni encerra hoje segunda rodada de inscrições

24 fevereiro 2011 - 12h48Por Redação Douranews, com R7

Os estudantes interessados em concorrer a bolsas de estudos em universidades particulares pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) devem se apressar. Nesta quinta-feira (24), à meia-noite, acabam as inscrições da segunda etapa do processo seletivo.

Trata-se de uma nova chance para quem não foi selecionado na primeira rodada do ProUni, que ocorreu em janeiro. Foram abertas, na época, 123 mil bolsas. O MEC (Ministério da Educçaão) não divulga quantos benefícios sobraram na segunda etapa.

Neste semestre, 1.592 faculdades aderiram ao ProUni, mais do que na última edição. São Paulo é o Estado com o maior número de bolsas oferecidas (38 mil), seguido de Minas Gerais (12 mil) e do Paraná (11,8 mil).

A primeira lista de aprovados nesta etapa do ProUni sai no domingo, dia 27 de fevereiro. A partir da próxima segunda (28), até a sexta-feira (4 de março), começa o período de inscrições dos alunos nas faculdades em que irão estudar - eles devem entregar uma série de documentos nas instituições, se tiverem sido contemplados com as bolsas.

Quem decide a documentação para a matrícula é a própria instituição de ensino, e não o ministério. A faculdade ainda pode realizar um processo seletivo próprio, desde que avise com antecedência os candidatos. Os estudantes podem escolher até três opções de instituições de ensino, cursos ou turnos.

Como funciona o ProUni

A seleção para o ProUni é feita de acordo com a pontuação no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Quanto maior a nota, mais chances de obter o benefício. A escolha também se baseia nos cursos em disputa.

Os benefícios valem para , 50% ou 100% da mensalidade em universidades, faculdades, centros universitários e outras instituições de ensino particular vinculadas ao programa.

Para aderir ao ProUni, é obrigatório informar o número de inscrição no Enem e o CPF. O sistema lembra bastante o site do Sisu, que serve para vagas disputadas em universidades federais.

Quem pode disputar o ProUni

É possível concorrer a vagas tanto em cursos de graduação quanto nos chamados sequenciais - com duração menor, de dois ou três anos.

Podem se inscrever no processo seletivo os candidatos que não possuem diploma de nível superior e que tenham realizado o Enem neste ano, alcançando no mínimo 400 pontos na média das cinco notas da avaliação (ciências da natureza; ciências humanas; linguagens; redação e matemática).
O candidato que quiser uma bolsa integral deve ter renda de até R$ 810 (um salário e meio) por pessoa da família. Já o desconto parcial, de 50% da mensalidade, aceita estudantes com renda familiar de até R$ 1.620 (três salários mínimos).

Apenas candidatos que tiverem completado o ensino médio em escola pública podem disputar o programa. As exceções são os que estudaram em colégio particular com bolsa integral e os que fizeram uma parte em escola pública e outra parte como bolsistas.

Vestibulandos com algum tipo de deficiência e professores da rede pública também podem ingressar no ProUni. No caso dos docentes, eles podem disputar bolsas em cursos de licenciatura, pedagogia ou normal superior. O critério de renda, no caso, não é considerado.