Menu
Buscardomingo, 19 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
16°C
Educação

UEMS de Dourados sedia o II Colíteras

09 novembro 2016 - 12h25

Teve início na manhã desta terça-feira (8), na Unidade de Dourados, o II Colíteras - Congresso de Línguas e Literaturas, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). O evento se estende até o próximo dia 11.

O evento visa contemplar os estudos sobre as faces da linguagem e, embora os debates e atividades estejam centrados nas duas grandes áreas, Literatura e Linguística, esta edição do Colíteras servirá de espaço para discussão política, pedagógica, social, cultural e histórica, que abarca as questões inerentes ao fazer docente em suas instâncias no processo de formação da cidadania.

Com temáticas tão provocativas quanto necessárias dentro de uma atualidade controversa, o II Colíteras abordou em sua abertura a mesa redonda intitulada "Pode o professor falar de gênero e sexualidade?", com os prof. Dr. Paulo Pressotto e a profa. Dra. Márcia Medeiros, que discutiram sobre a necesidade de se discutir questões de gênero no ambiente do ensino-aprendizagem. A mesa foi mediada pela Técnica e profa. Me. Débora Simões.

Discorrendo sobre identidade, o conceito de sujeito excêntrico, homoafetividade e heteronormatividade, Pressotto fez a análise de filmes com temáticas que exploraram a questão de gênero, dentre os quais, Tom Boy, dirigido pela francesa Céline Sciamma.

Márcia Medeiros, que compôs a mesa com Pressotto, também discorreu acerca do tema, abordando as questões de feminismo, ruptura, transição e enfrentamento de preconceitos ligados às minorias, sob a ótica da sexualidade. "Independente dos processos, as minorias estão mais expostas e desfrutam de uma maior visibilidade arduamente conquistada. Isso se trata de um processo histórico, e não tem volta, apesar da resistência dos ignorantes e preconceituosos", defendeu a docente da UEMS.

o II Colíteras ainta terá palestras, minicursos e comunicações coordenadas nas áreas de Educação, Estudos da Linguagem, Literaturas e Línguas Estrangeiras (Espanhol e Inglês), ministrados por professores e pesquisadores de várias instituições de ensino.

Os debates terão como foco temas pautados em questões atuais no que diz respeito aos estudos científicos das línguas, das linguagens, das literaturas e dos processos de ensino-aprendizagem. O evento busca refletir temas como a diversidade étnica e de gênero, políticas linguístico culturais em que estamos inseridos.

A Programação completa pode ser acessada no link http://eventos.sistemas.uems.br/pagina/p/congresso-de-linguas-e-literaturas .