Menu
Buscarquinta, 23 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
28°C
cmd nao
Educação

Vereador aciona prefeita eleita e deputado Renato para ajudar escola

11 novembro 2016 - 12h15

Depois de ver atendida, através do seu mandato, uma antiga reivindicação de pais, alunos e da direção da Escola Rosa Câmara que era a instalação de uma lombada eletrônica em frente à unidade , o vereador Marcelo Mourão encampou agora uma nova luta: fazer gestões junto às autoridades municipais e estaduais - como a prefeita eleita Délia Razuk (PR) e o deputado estadual Renato Câmara (PMDB) - para que a escola obtenha o total de R$ 53.254,00 necessários para a construção de um Ponto de Entrega de Energia, exigência técnica da concessionária Energisa para aumentar a carga de energia fornecida.

“Ocorre que, com as melhorias feitas na escola, muitas delas graças à dedicação e organização da direção, através de promoções e outras ações, a carga de energia se tornou insuficiente para acionar por exemplo os aparelhos de ar condicionado, que inclusive já estão instalados e que se estivessem funcionando melhorariam até o aproveitamento das aulas, já que estamos no início de um verão que ‘castiga’ os alunos”, relatou Marcelo Mourão, cujos filhos, Murilo e Julia, estudam na escola.

“Por conta da burocracia que envolve a execução de obras públicas (elaboração de projeto técnico, disponibilização de recursos e outros requisitos) persistência e determinação são fundamentais para que essas obras ‘saiam do papel’ e por isso vamos conversar com a prefeita eleita e o deputado Renato para que, seja através de recursos do Orçamento do município, seja através de emenda parlamentar, os recursos sejam viabilizados para que já no primeiro semestre do próximo ano letivo (2017) a readequação tenha sido executada e os alunos tenham melhores condições para estudar, os professores melhores condições para ensinar e o corpo administrativo também desempenhar com mais comodidade suas atribuições”, afirmou o parlamentar do PRP, que durante todo o mandato esteve à disposição da direção da escola para intervir em busca de melhorias.

Com a lombada eletrônica implantada por solicitação de Marcelo, houve um disciplinamento efetivo do tráfego na rua em frente à escola. “Valeu a pena a persistência e a determinação pela implantação do equipamento e agora vamos lutar para que a escola possa cumprir a exigência da Energisa e ter a carga de energia suficiente para ativar o ar-condicionado e outros equipamentos que vão melhorar consideravelmente o dia-a-dia das crianças”, afirmou Marcelo Mourão.