Menu
Buscarquarta, 12 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
24°C
unigran24
banner100
FESTA

Após pandemia, UCP retoma o Arraiá da Fronteira

Tradicional evento é organizado pelo curso de Medicina em Pedro Juan

20 junho 2022 - 16h48Por Redação Douranews

Depois de dois anos de paralisação devido à pandemia da Covid 19, a UCP (Universidade Central do Paraguai) vai realizar neste sábado (25) o Arraiá da UCP, a maior festa junina da fronteira. O evento, que está na quarta edição, pretende reunir um público superior a cinco mil pessoas, repetindo o sucesso dos anos anteriores, de acordo com os organizadores da festa, que este ano será realizado no pátio do Centro Tecnológico na rua Cerro Leon junto ao Clube General Diaz.

São 50 barracas à disposição da comunidade de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã e de cidades da região onde são comercializadas comidas e bebidas típicas das festas juninas do Brasil e da tradicional culinária paraguaia muito apreciada por todos. Estas barracas disputam entre si em vários quesitos e ao final as melhores serão premiadas.

Ao todo, também, cerca de 50 grupos já se inscreveram para a competição da dança de quadrilha. Os grupos são organizados entres as turmas de acadêmicos e representa uma disputa sadia entre os universitários que a cada ano melhoram suas performances com coreografias e inovações para motivar o público e os jurados.

“A cada ano notamos que está existindo uma preparação melhor e um comprometimento crescente entre os membros destes grupos e a competição está ficando mais acirrada, dando um brilhantismo ainda maior ao nosso evento”, disse Carlos Bernardo, o criador e diretor da universidade em Pedro Juan Caballero e um dos grandes incentivadores dos eventos culturais e esportivos entre os acadêmicos. Carlos disse também que haverá premiação para o casal mais animado e melhor caracterizado.


O diretor da Universidade Central do Paraguai disse também que a realização da festa dentro do pátio do Centro Tecnológico vai dar mais comodidade e segurança para todos e não será preciso interromper o trânsito na rua das Nações Unidas, onde as outras três festas foram realizadas. “Já estamos na quarta festa junina e o nosso objetivo é melhorar sempre e unir os moradores da região de fronteira na divulgação da cultura. Não somos apenas uma instituição de ensino superior, mais uma grande família formada por brasileiros e paraguaios que vivem nesta fronteira rica em tradição e amizade entre os povos”, disse Carlos Bernardo.

Matrículas

E já estão abertas as matrículas para o segundo semestre deste ano na Universidade Central do Paraguai em Pedro Juan Caballero e na unidade de Ciudad Del Este. As aulas começam em agosto. As matrículas podem ser feitas no site www.medicinaucp.com com informações no 67 99677 0757 e no e-mail [email protected].