Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
Entretenimento

Depois de vida conturbada, cantor George Michael morre aos 53 anos

26 dezembro 2016 - 10h32

O cantor britânico George Michael, que ficou famoso nos anos 1980 como integrante do duo Wham! e, mais tarde, manteve o sucesso na carreira solo, morreu aos 53 anos, informou um representante do artista citado por agências de notícias. A causa não foi divulgada, segundo o G1.

"É com grande tristeza que podemos confirmar que o nosso amado filho, irmão e amigo George faleceu pacificamente em casa durante o Natal", disse o representante do músico, em um comunicado. "A família gostaria de pedir que a sua privacidade seja respeitada neste momento difícil e emocional", informou o comunicado.

De acordo com a polícia britânica, uma ambulância fez um atendimento médico em Goring, no condado de Oxfordshire às 13h42 de Londres (15h42 no horário de Brasília). Os agentes disseram que não há circunstâncias suspeitas relacionadas à morte do cantor.

Michael já estampou várias capas por escândalos com drogas. O músico foi condenado a oito semanas de prisão em setembro de 2010 após ter protagonizado um incidente em julho do mesmo ano ao chocar seu veículo contra uma loja de Londres. Antes, já havia sido proibido de dirigir por cinco anos após ter conduzido um veículo sob efeito de drogas, e por portar maconha.

Em maio de 2014, o cantor passou por uma internação de uma semana por causas não reveladas à época. Ele foi atendido por duas ambulâncias em sua mansão do norte de Londres depois que um amigo acionou os serviços de emergência.

Em maio de 2013, precisou receber tratamento hospitalar após sofrer um acidente de trânsito. Na ocasião, teve que ser levado de helicóptero ao hospital quando seu carro colidiu e ele bateu a cabeça. No final de 2011, o astro pop teve pneumonia, doença que o manteve várias semanas internado em Viena e o levou a cancelar vários shows.