Menu
Buscardomingo, 19 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
15°C
Entretenimento

Didi e Dedé voltam ao cinema com os Saltimbancos trapalhões

19 janeiro 2017 - 12h03

Após assistir o musical 'Os saltimbancos trapalhões', de Charles Möeller e Cláudio Botelho, o diretor João Daniel Tikhomiroff teve uma ideia: por que não trazer aquela história circense, apresentada nas telas pelos trapalhões em 1981, de volta ao cinema? Ele correu até os bastidores do teatro e fez a proposta a Renato Aragão, que ficou surpreso, mas não demorou a aceitar. Dessa forma, 36 anos depois da versão original dirigida por JB Tanko - adaptação da peça com trilha de Chico Buarque -, os saltimbancos estão de volta. "Os saltimbancos trapalhões - Rumo a Hollywood" estreia nesta quinta-feira (19) no País.

"É bom deixar claro que esta não é uma refilmagem, uma repetição do original - nós fizemos um novo filme. As músicas são as mesmas, é claro, mas a trama é outra, mais atualizada. Nós modernizamos tudo e o resultado ficou bem interessante", diz Renato Aragão [que volta a contracenar com o parceiro Dedé Santana] ao G1, em um hotel na Barra da Tijuca, Zona Oste do Rio.

Desde na "Na onda do iê-iê-iê", de 1965 - marco inicial da carreira de Renato Aragão no cinema -, os filmes dos Trapalhões já divertiu mais de 120 milhões de pessoas, marca que nem de longe consegue ser igualada por outros artistas nacionais. Entretanto, mesmo com bilheterias invejáveis, as criações do grupo nem sempre foram bem recebidas pela crítica, segundo publica o G1.