Menu
Buscarquinta, 23 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
28°C
cmd nao
Esportes

Doping de Bolt em Pequim deve dar bronze a Brasil em Jogos

26 janeiro 2017 - 10h29

O COI (Comitê Olímpico Internacional) confirmou quarta-feira as sanções impostas a dois atletas flagrados em exames antidoping. O caso de maior impacto é o do velocista Nesta Carter, cuja ação acarretou na desclassificação de toda a equipe jamaicana e na perda do ouro olímpico do revezamento 4x100m dos Jogos de Pequim 2008 – inclusive do mito Usain Bolt, dono de nove ouros olímpicos nas provas mais nobres do atletismo.

Com a realocação do pódio, o quarteto brasileiro formado por Vicente Lenílson, Sandro Viana, Bruno Lins e José Carlos Moreira, o Codó, quarto colocado na ocasião, deve herdar o bronze, conforme informa o Globoesporte.com.

Carter foi um entre dezenas de atletas flagrados pelo COI nos últimos meses após reanálises de amostras de urina e sangue coletadas nos Jogos de Pequim e Londres. Na avaliação mais recente foi encontrada em um dos exames do velocista a substância proibida metilhexaneamina, um estimulante encontrado em alguns suplementos alimentares e descongestionantes nasais. Além de Bolt e Carter, estavam no time jamaicano Asafa Powell e Michael Fraser. Eles haviam cravado 37s10, novo recorde mundial da prova.