Menu
Buscarsábado, 20 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
19°C
Esportes

Em noite de show de Michael Jackson, Palmeiras goleia Comercial-PI

03 março 2011 - 11h21Por Redação Douranews, com R7 Esportes

Quatro gols de Adriano “Michael Jackson” montaram a goleada por 5 a 1 do Palmeiras contra o Comercial-PI no jogo de volta da Copa do Brasil. Apesar da boa vitória o time irritou o técnico Luiz Felipe Scolari, que só marcou os gols no segundo tempo, quando o time piauiense teve dois jogadores expulsos.

Justamente quando se acentua a discussão no Palestra sobre a contratação de um novo camisa 9, Adriano pôs o Pacaembu para dançar e se tornou o artilheiro da Copa do Brasil. Já o chileno Valdivia chegou a perder um pênalti quando o placar estava em 0 a 0. O último gol foi marcado pro Gabriel Santos, enquanto Binha marcou para o Comercial. Sorte melhor do massagista Daniel Bomba, que foi ovacionado ao dar uma de suas cambalhotas em campo.

Na próxima fase o Palmeiras vai encarar o Uberaba, que eliminou o Santa Helena-GO.

O jogo

Os jogadores do Comercial pareciam ainda não acreditar na oportunidade de jogar no Pacaembu, mais preocupados em tirar fotos do que até mesmo se posicionarem para o hino nacional. Desta forma, o Palmeiras tentou aproveitar, partindo para cima do time do Piauí. Mas ficaram escancaradas as falhas ofensivas do time alviverde, que irritaram o técnico Luiz Felipe Scolari, que pioraram depois da saída de Kleber, que sentiu a coxa direita.

Para desespero da torcida palmeirense, o Comercial chegou a marcar com Zé Rodrigues, mas a arbitragem marcou, erradamente, um impedimento do atacante. A partir daí o Palmeiras obrigou ao goleiro Neto realizar boas defesas, e ainda carimbou uma bola no travessão com Danilo.

A situação só melhorou de vez no segundo tempo. Primeiro com o pênalti marcado em cima de Adriano, era só um ensaio para o show que viria a seguir. O zagueiro Rafael foi expulso, mas Valdivia teve a sua cobrança defendida por Neto. Minutos depois Evandro também levou o vermelho, deixando o Comercial apenas com nove jogadores.

Era então a hora de Adriano, que marcou primeiro aos 16 minutos, batendo rasteiro depois de passe de Tinga. O segundo gol saiu aos 20, de cabeça aproveitando cruzamento de Marcos Assunção. O intervalo na exibição do camisa 19 foi aproveitada por Binha, que diminuiu para o Comercial.

Mas Adriano aplacou a raiva da torcida com os passes errados do Palmeiras ao fazer o seu terceiro aos 32 minutos. E dois minutos depois fechou com chave de ouro, quase dando tempo para um “bis”, mas Gabriel Silva chegou antes no rebote de Neto para marcar o quinto do Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS (5)
Deola, Cicinho (Patrik), Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (Chico), Tinga e Valdivia; Adriano e Kleber (Luan). Técnico: Luiz Felipe Scolari

COMERCIAL-PI (1)
Neto, Barata, Junior Soares, Rafael e Thiaguinho; Ivanzinho, Fred, Evandro e Isael (Binha); Tony (Paulinho) e Zé Rodrigues (Bezerra). Técnico: Aníbal Lemos

Gols: Adriano, aos 16, 20, 32 e 34 minutos, Gabriel Silva, aos 38, Binha, aos 25 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Marcos Assunção, Cicinho, Thiago Heleno, Danilo (PAL); Evandro, Isael (COM). Cartão vermelho: Rafael, Evandro (COM)
Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro:Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Tatiana Jacques de Freitas (RS)
Público e renda: 3.509 pagantes / R$ 134.461,00