Menu
Buscarsábado, 20 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
19°C
Esportes

Flamengo encara o Boavista de olho nas listras da zebra

27 fevereiro 2011 - 13h16Por Redação Douranews, com Gazeta Press

A grande decisão da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, será disputada neste domingo, às 16 horas(de Brasília). Quem esperava ver o jogo no Maracanã vai ter que se contentar com o Engenhão, uma vez que o "Maior do Mundo" passa por reformas visando a final da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, atrações que movimentarão o Rio de Janeiro nos próximos anos. Assim, o Engenhão receberá a sua primeira decisão estadual. E será um clássico? Não. Dos grandes clubes do estado apenas o Flamengo se fez representar e terá pela frente o Boavista, que chega na condição de grande azarão.

Para disputar essa decisão, que dá ao vencedor vaga na final do Estadual, o Flamengo teve que superar seu arquirrival Botafogo, nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal da semifinal. O Boavista, por sua vez, surpreendeu ao despachar o campeão brasileiro Fluminense, também nos pênaltis, após empate por 2 a 2.

Essa será a segunda partida entre as duas equipes neste Campeonato Carioca. Na fase de classificação os dois se enfrentaram pelo Grupo A e o Flamengo ganhou por 3 a 2. Os flamenguistas terminaram a chave na primeira posição com 100% de aproveitamento e 21 pontos, oito a mais que o Boavista, segundo colocado.

Apesar de uma superioridade técnica e tática e de ter maior tradição, o Flamengo não se sente muito confortável com o rótulo de favorito absoluto e admite que a preocupação com o Boavista é grande.

"Ninguém aqui no Flamengo acha que a Taça Guanabara acabou. Não acreditamos que o título estava conquistado após o jogo contra o Botafogo e trabalhamos a semana toda com muita seriedade. Sabemos que ainda faltam noventa minutos", disse o técnico Vanderlei Luxemburgo, que ganhou a Taça Guanabara em 1995, quando dirigia o Flamengo.

No discurso antes da partida, os atletas do Boavista lembram que o elenco do clube da Região dos Lagos é acostumado a decidir títulos e que vai dar trabalho. "Muitos podem se surpreender com a campanha do Boavista, mas o nosso material humano é muito bom e isso acaba fazendo a diferença. Nós temos jogadores experientes e acostumados a fazer grandes jogos. Acredito que vamos conseguir equilibrar as ações contra o Flamengo e podemos ser campeões sim", afirmou o goleiro Thiago.

O técnico do Boavista, Alfredo Sampaio, garante que sua equipe também vai se preocupar em atacar. "Nós não vamos entrar em campo pensando apenas em evitar que o Flamengo marque gols. Temos que fazer com que eles se preocupem com a nossa equipe. Em relação à marcação que vamos adotar, não podemos pensar em marcar apenas o Ronaldinho Gaúcho ou o Thiago Neves, por exemplo. Se fizermos isso vamos dar espaços para os demais atletas do Flamengo decidirem", explicou Alfredo.

Sobre as escalações que serão usadas nesta final, os treinadores evitaram confirmá-las com antecedência. Vanderlei Luxemburgo deverá contar com o goleiro Felipe, que sofreu uma entorse em um dos dedos da mão esquerda, mas que avisou que estará em campo normalmente. Caso o destaque da semifinal contra o Botafogo, quando pegou dois pênaltis, fosse vetado, Paulo Victor assumiria o posto. Fora isso, a única alteração em relação ao time que duelou com os botafoguenses será o retorno do volante chileno Maldonado, recuperado de entorse no tornozelo esquerdo, na vaga de Fernando.

No Boavista, a equipe deverá ser a mesma que eliminou o Fluminense nas semifinais. Isso porque o lateral direito Joílson, ex-Botafogo e São Paulo, continua com uma lesão na coxa direita e dificilmente vai retornar. Com isso, o zagueiro Bruno Costa deverá permanecer improvisado no setor.

O volante Roberto Lopes, que cumpriu suspensão contra o Tricolor, retorna, mas fica à disposição no banco de reservas. O meia Erick Flores, que estava cogitado para atuar, não poderá ser relacionado, pois seus direitos federativos estão ligados ao Flamengo e um acordo entre os dois clubes impede a sua escalação. Caso o confronto entre Flamengo e Boavista termine empatado, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis.

TAÇA WASHINGTON RODRIGUES: Na preliminar da final da Taça Guanabara, mais precisamente às 13h30(de Brasília), Resende e Olaria decidem o título da Taça Washington Rodrigues, uma espécie de prêmio de consolação para quem não se classificou para decidir o primeiro turno do Campeonato Carioca. O Resende eliminou o Bangu nas semifinais, ganhando nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal. Já o Olaria despachou o Nova Iguaçu, ganhando por 3 a 1. Em caso de empate, o ganhador será conhecido nas penalidades máximas.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO X BOAVISTA

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 27 de fevereiro de 2011

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Dibert Pedrosa (RJ) e Luiz Antônio de Oliveira (RJ)

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, David Braz e Ronaldo Angelim; Willians, Maldonado, Renato Abreu, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho; Deivid

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

BOAVISTA: Thiago, Bruno Costa, Gustavo, Santiago e Paulo Rodrigues; Julio Cesar, Edu Pina, Leandro Chaves e Tony; Frontini e André Luis

Técnico: Alfredo Sampaio