Menu
Buscarquarta, 24 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
Finanças Pessoais

Consumidor deve ficar alerta antes de comprar carnes em Dourados

21 novembro 2016 - 20h59

Pesquisa realizada pelo Procon, divulgada nesta segunda-feira (21), após coleta de preços praticada por 14 estabelecimentos na cidade de Dourados que comercializam carnes, concluiu que o preço da carne suína é o que apresenta maior variação entre um estabelecimento e outro. Também foram encontradas variações na tabela praticada para as carnes bovina, aves e ovinos.

Veja os preços encontrados

A diferença encontrada entre o menor e o maior preço praticado nos estabelecimentos chegou a 190,22%, no lombo de porco e 151,61% na costela suína. A picanha apresentou variação de 90,81% entre o menor e o maior preço (menor: R$ 26,99 e maior: R$ 51,50), enquanto no patinho a diferença encontrada entre o menor e o maior preço foi de 63,23%. Na carne de frango as fiscais do Procon encontraram diferença de até 107,61% na coxa e sobre coxa e 88,14% no frango congelado.

A menor variação de preços encontrada também foi na paleta suína, de 27,03%, ofertada com menor preço de R$ 25,0 e maior, de R$ 32,90.

O preço da paleta bovina teve aumento da ordem de 19,4% se comparado com a pesquisa realizada pelo setor de pesquisas do Procon nos dias 3 e 4 de outubro. Por isso mesmo, o órgão de defesa do consumidor alerta para a necessidade de se exigir, antes de efetuar as compras, que da carne sejam retiradas todas as impurezas (como sebos e pelancas) e observar a cor e o modo de conservação do produto no estabelecimento.

Deixe seu Comentário

Leia Também