Menu
Buscarterça, 16 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
Fórmula 1

Boatos ainda predominam sobre recuperação de Schumacher

01 janeiro 2017 - 10h22

Segue cercada de boatos, passados três anos – completados na quinta-feira (29) – a situação do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher, após o acidente sofrido enquanto esquiava na estação de Méribel, nos Alpes Franceses, e bateu a cabeça numa rocha, sofrendo um traumatismo craniano grave. Desde então, quase nada de concreto foi divulgado.

A família, liderada pela esposa Corinna, a empresária Sabine Kehm e o advogado Felix Damm defendem o direito à privacidade. Mesmo sendo uma figura pública, as pessoas que o cercam se recusam a dar qualquer notícia a respeito do seu estado de saúde, e da sua recuperação após estar internado em uma UTI instalada na própria casa, na Suíça.

A falta de notícias sempre deu margem a muitos rumores e, no terceiro ano após o acidente, não foi diferente. Dessa vez, boatos de que o heptacampeão estava à beira da morte se espalharam em maio, e uma declaração bastante negativa de Jean Todt deu peso a eles. No fim, eram tão somente rumores. Como tantos outros.

Deixe seu Comentário

Leia Também