Menu
Buscarquinta, 13 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
32°C
unigran24
banner100
MELHOR EMPREGO DO MUNDO

Boris se diz triste em ter que deixar Governo

Envolvido em assédio sexual, primeiro-ministro britânico renuncia

07 julho 2022 - 17h47Por Redação Douranews

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, confirmou na tarde desta quinta-feira (7) que vai mesmo deixar o cargo. Condenando o que descreveu como "instinto de manada" muito forte, ele afirmou que pretende sair de cena quando o Partido Conservador designar novo líder para sucede-lo, após o escândalo de assédio sexual no Governo em que se envolveu.

"Concordei que o processo de escolha de um novo líder [do Partido Conservador] deve começar de imediato", disse Johnson à porta do número 10 de Downing Street, a residência e gabinete oficial do primeiro-ministro, depois que mais de 50 membros do Executivo deixaram as funções nas últimas 48 horas.

"É claramente a vontade do grupo parlamentar conservador que haja novo líder do partido e, portanto, um novo primeiro-ministro", anunciou. O premiê demissionário adiantou que o processo de eleição do novo líder do Partido Conservador já está em curso, e o calendário do escrutínio interno vai ser anunciado na próxima semana.

Sem pedir desculpa pelos escândalos e polêmicas que levaram à demissão, ele disse que tentou convencer os colegas, ao longo dos últimos dias, de que seria "excêntrico" mudar de governo perante os "bons resultados" dos últimos três anos, mas também perante um cenário econômico difícil. "Na política ninguém é indispensável para sempre", afirmou Johnson. "Estou muito triste por abandonar o melhor emprego do mundo, mas é assim que as coisas são", completou.