Menu
Buscardomingo, 03 de março de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
Geral

Biden diz que Trump incitou multidão e que 'presidente não está acima da lei'

07 janeiro 2021 - 19h35

Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden fez duras críticas nesta quinta-feira, 7, à postura do atual presidente do país, Donald Trump. Segundo Biden, Trump incitou a multidão de partidários a atacar o Capitólio na quarta-feira. "Nosso presidente não está acima da lei", advertiu Biden, durante evento no qual anunciou nomes para o Departamento de Justiça. Biden qualificou os manifestantes pró-Trump que invadiram na quarta o Congresso como "terroristas domésticos". Na avaliação dele, o atual líder usou linguagem típica de ditadores e incitou pessoas a tentar "silenciar as vozes dos eleitores americanos". Biden lembrou também que Trump pressionou o vice-presidente, Mike Pence, a não certificar o resultado das urnas. O democrata mencionou o fato de que Trump se referia a indicados como "seus juízes". O ex-vice-presidente afirmou, porém, que os magistrados respeitaram a Constituição, impondo a Trump dezenas de derrotas em sua tentativa de impugnar resultados da eleição do ano passado. O presidente eleito ainda disse que a resposta das forças de segurança ao ataque ao Capitólio foi um "fracasso" na busca por justiça, em comparação com a postura diante de protestos do movimento "Black Lives Matter". No evento, Biden confirmou a indicação do juiz Merrick Garland para procurador-geral. A indicação para vice-procuradora-geral foi para Lisa Monaco, funcionária de carreira.

Deixe seu Comentário

Leia Também