Menu
Buscarsexta, 23 de fevereiro de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
24°C
Geral

Em jogo sob neve, Real Madrid empata com Osasuna e perde a chance de ser líder

09 janeiro 2021 - 22h28

Com o jogo do Atlético de Madrid adiado por conta de uma nevasca, o Real Madrid entrou em campo neste sábado sabendo que uma vitória sobre o Osasuna, no estádio El Sadar, em Pamplona, o colocaria na liderança isolada do Campeonato Espanhol. Mas em uma partida muito prejudicada pela neve que caiu na região do País Basco, o time da capital não teve força no ataque e ficou no empate sem gols, pela 18.ª rodada. Com o ponto conquistado, o Real Madrid foi a 37, um atrás do Atlético de Madrid, que agora tem três partidas a menos e, assim, pode abrir 10 pontos de vantagem na liderança. Apesar do tropeço, a equipe do técnico francês Zinedine Zidane completou nove partidas de invencibilidade na temporada, sendo sete triunfos e dois empates. Do outro lado da tabela de classificação, o Osasuna empatou pela quarta vez consecutiva e chegou a 11 duelos seguidos sem ganhar (seis derrotas e cinco empates) - o último triunfo ocorreu em 24 de outubro diante do Athletic Bilbao. A equipe está na 19.ª e penúltima colocação com 15 pontos, um a menos do que o Valencia, primeiro fora da zona de rebaixamento. Depois de um fraco primeiro tempo, o Real Madrid até criou mais na etapa final, teve dois gols corretamente anulados, mas foi muito pouco para superar a defesa do Osasuna. Para o confronto, Zidane teve o meia belga Eden Hazard como titular pela primeira vez em mais de um mês. Casemiro foi o único brasileiro a iniciar o confronto, enquanto que Marcelo, Éder Militão e Vinicius Junior ficara, o tempo todo no banco de reservas. O Real Madrid entra em campo contra o Athletic Bilbao, na próxima quinta-feira, pela semifinal da Supercopa da Espanha. O Osasuna, por sua vez, enfrenta o Granada, nesta terça, em jogo atrasado da quarta rodada do Campeonato Espanhol. BARCELONA - Depois de um começo ruim no Campeonato Espanhol, um dos piores nos últimos anos, o Barcelona se encontrou na temporada e engatou a terceira vitória seguida na competição ao golear o Granada por 4 a 0 neste sábado. Lionel Messi e Antoine Griezmann foram os nomes do jogo, com dois gols cada. O time catalão chegou à marca de oito partidas sem derrota na liga espanhola, foi aos 34 pontos e assumiu a terceira colocação, agora mais próximo do arquirrival e vice-líder Real Madrid, que tem 37, e do Atlético de Madrid, líder da competição com 38. Apesar do revés, o Granada faz boa campanha e aparece na sétima colocação, com 24 pontos. O resultado positivo foi construído com naturalidade. A fatura foi liquidada ainda no primeiro tempo, etapa em que o Barcelona abriu 3 a 0 liderado por Messi e Griezmann. O craque argentino começo a jogada do primeiro gol, anotado pelo atacante francês. Ele abriu para Busquets, que tentou a devolução. A zaga cortou e a bola acabou sobrando para Griezmann, que bateu colocado e abriu o placar aos 11 minutos. Aos 16 minutos, Dembélé quase ampliou em chute colocado. Os donos da casa também tiveram duas boas oportunidades, mas não tiveram precisão nas finalizações. A melhor saiu dos pés de Soldado, que arriscou arremate de fora da área e viu a bola passar perto do gol de Ter Stegen. Aos 34 minutos, Messi foi às redes pela primeira vez. Em contra-ataque rápido, Griezmann carregou pela esquerda e rolou para o camisa 10, que bateu colocado, da entrada da área, para vencer o goleiro Rui Silva. Sete minutos depois, o argentino mostrou toda sua genialidade ao cobrar falta rasteira, surpreender o arqueiro e ampliar o marcador no fim da primeira etapa. No segundo tempo, Griezmann guardou mais um aos 17 minutos e sacramentou o passeio fora de casa. A jogada começou com Busquets, que deu bom lançamento para Dembélé. O atacante tocou para o francês, que dominou perto da pequena área e, mesmo sem muito ângulo, acertou chute cruzado e definiu o triunfo. Com a vitória assegurada, o técnico holandês Ronald Koeman sacou alguns de seus principais jogadores, como Messi, e o time diminuiu o ritmo. Não sofreu nenhum susto, porém, controlou a partida à sua maneira. No fim, o Granada ficou com um a menos após Vallejo fazer falta em Braithwaite na entrada da área e ser expulso.

Deixe seu Comentário

Leia Também