Menu
Buscarterça, 16 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
23°C
Última Notícia

Simone ministra palestra para mulheres da Segurança Pública

17 março 2011 - 20h41Por Redação Douranews, com ass
“A mulher conquistando espaços de poder na sociedade” foi o tema da palestra oferecida pela vice-governadora Simone Tebet às profissionais da Segurança Pública e Forças armadas, incluindo policiais militares, bombeiros, policiais civis, federais e rodoviárias federais, membros da Agetran, Agepen, Guarda Municipal e Coordenadoria de Perícias.

A palestra faz parte do programa de atividades realizadas pelo Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Blitze, entrega de prêmio, seminário e dia de lazer foram programados. Nesta quinta-feira (17) as profissionais da Segurança Pública participam da segunda edição do seminário “Com as mulheres a Segurança Pública é mais humana”.

No final da manhã, a vice-governadora falou para uma platéia, em grande parte feminina, sobre a participação das mulheres na política e em outros setores de liderança, como organizações, empresas e instituições, mostrando em números a atual realidade brasileira. “A participação feminina na política hoje ainda é muito pequena, apenas cerca de 10% dos cargos no Brasil são ocupados por mulheres. Não digo que o número deva ser equivalente aos de homens, mas, ao menos 30% dos cargos públicos têm que estar em mãos femininas. Mais que isto a mulher deixaria de ocupar um papel fundamental que é também, de estar dentro do lar”, diz Simone ao começar a palestra.

Sobre o diferencial da mulher no poder, Simone citou qualidades como humanização, sensibilidade, percepção mais aguçado, além do senso de justiça mais apurado para dar destaque as causas necessárias, como o social. “Falta principalmente vontade, dos partidos, dos dirigentes, de quem hoje detêm o poder, a “real vontade” de que as mulheres efetivamente façam política, detenham e cheguem ao poder”, afirma Simone.

A atual situação da mulher na sociedade também foi citada por Simone. “Entre muitos avanços, infelizmente ainda temos muito o que mudar, altos índices de violência contra a mulher, o fato de sermos a maioria entre os analfabetos, recebermos os menores salários, e principalmente o preconceito com as mães trabalhadoras.”

Além de falar, Simone também ouviu as reivindicações das trabalhadoras. Entre as preocupações das mulheres que trabalham na Segurança Pública estão mais oportunidades de exercer cargos de chefia dentro das corporações e uma creche que atenda a demanda das mães policias, que muitas vezes precisam fazer plantões de 24 horas.

Quanto as reivindicações, a vice-governadora pediu um estudo específico das necessidades do grupo e se prontificou a acompanhá-las no que for necessário. “Façam uma comissão que iremos juntas solicitar ao governador André Puccinelli e ao comandante, coronel David”, garantiu Simone.

Palestras

Também participaram do seminário, como palestrantes, a major da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coordenadora das Unidades de Polícia Pacificadora do Rio de Janeiro Pricilla de Oliveira Azevedo explana sobre a “Experiência de uma mulher policial militar na Polícia Pacificadora do Rio de Janeiro”.

Os outros temas e responsáveis são: Lucia Falcão, delegada titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, com “Violência doméstica, como combater esse mal?”; Rosana Monti Henkin da Escola de Governo com “A socialização de homens e mulheres”; Clarice Souza Pinto, coordenadora estadual do DST/Aids e Hepatites Virais com “DST/Aids, como estar segura?” e Willian Carvalho, músico, com "O tom da vida".

Deixe seu Comentário

Leia Também