Menu
Buscarsexta, 21 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
Nei Marques

A persistência da memória

11 junho 2024 - 11h12Por Nei Marques

O Estado que gera a regra é diferente daquele que a regra gera - FN(1)

Momentaneamente afastado do teatro das atividades públicas e não podendo também me dedicar a nenhum estudo continuado, em virtude de minha aposentadoria, vejo-me na solidão reduzido a refletir por um instante sobre mim, ou melhor, a encarar os acontecimentos contemporâneos nos quais fui ator ou dos quais fui testemunha. 

“Parece-me que o melhor emprego que posso fazer de meu ócio é o de reconstituir esses acontecimentos, descrever os homens que deles vi participar pp que formaram a fisionomia indecisa de meu tempo. Ao tomar essa resolução, também tomei uma outra decisão à qual não serei menos fiel: as lembranças serão um descanso ao meu espírito, não uma obra literária, serão reconstituídas para mim, exclusivamente, o escrito será um espelho no qual me distrairei, olhando meus contemporâneos e a mim, não um quadro destinado ao público, meus melhores amigos dele terão conhecimento, pois quero conservar a liberdade de descrever sem lisonja tanto a mim e nem quanto a eles”.

Faço minhas essas precisas palavras de Alexis de Tocqueville (2), 'Lembranças de 1848', para anunciar a minha aposentadoria, por tempo de contribuição, precoce, aos 63 anos, o que me permite retomar a Pós-Graduação em Direito do Trabalho, Previdenciário ou Constitucional pela FUCMT/Dom Bosco, iniciada em 1991, pois pretendo continuar a estudar as questões apontadas pelo sociólogo Alain Touraine/Sorbonne (Universidade de Paris) (3) em artigo publicado na FOLHA: "As disfuncionalidades do nosso sistema político e a teoria da equipolência".

Tomo essa decisão porque um dos meus últimos projetos é tornar-me professor universitário em Campo Grande na FUCMT e o curso de pós-graduação é indispensável. A orientadora será a professora Dra Inis da Silva. Os processos de São Paulo, Grande ABC e Dourados serão acompanhados concomitantemente. O atendimento ao Sindicato dos Bancários de Ribeirão Preto acompanharei pelo próprio sindicato, será de minha responsabilidade. 

Dedicarei metade do meu tempo aos estudos em Campo Grande; ao mesmo tempo irei dedicar a reflexão sobre questões atinentes, por exemplo, ao crime de colarinho branco e outros, assim que, conquistado (por hereditariedade política) depois de concorrer, pelo 5º. Constitucional, ao cargo de desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª. Região, representando a FENAD (Federação Nacional dos Advogados) com sede em São Paulo/SP.

Finalmente, agradeço penhoradamente os servidores da OAB, AASP, deste moreno país. Sem vocês meus sonhos não seriam possíveis.

* Dr. Nei Marques da Silva Morais - OAB 108737 SP, 9296 MS e 13766 GO é especialista em Direito Previdenciário e Acidentes do Trabalho

(1) Friedrich Nietzsche filósofo, filólogo, crítico cultural, poeta e compositor prussiano do século XIX

(2) Alexis de Tocqueville, ex-ministro da Europa e dos Assuntos Estrangeiros da França

(3) Alain Touraine, sociólogo francês

                         

 


Direito é a relação real e proporcional de homem para homem

Dante Alighieri, escritor e poeta