Menu
Buscarsábado, 13 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
Polícia

Avião que caiu no MT levava mais de meia tonelada de cocaína

07 março 2011 - 20h10Por Redação Douranews, com informações Midia News

A Polícia Federal de Mato Grosso confirmou que o avião que caiu na sexta-feira na região da Serra do Amolar, na localidade de Porto Índio, divisa entre os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estava transportando drogas.

A PF apreendeu mais de meia tonelada de cocaína que estava sendo transportada pelo piloto do avião bimotor Cessna, o brasileiro Roy Roger Silva Ferraz, de 32 anos, e pelo passageiro, identificado como Edgar Belen Inturias, boliviano de idade não informada.

Eles foram presos e transferidos para a Polícia Federal em Cuiabá.

Segundo as informações divulgadas pelo comando do 17º Batalhão de Fronteira (17º B Fron), sediado em Cáceres, o acidente com o bimotor aconteceu por volta das 8 de sábado. A Serra do Amolar fica na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, em área sob responsabilidade do Destacamento Militar de Porto Índio, subordinado à unidade do Exército sediada em Corumbá.

Duas aeronaves da Polícia Militar de Mato Grosso conduziram para a região do Destacamento Militar de Porto Índio delegados, dois agentes e um período da PF de Cuiabá. Os policiais e militares constataram que aeronave transportava drogas e fizeram a prisão dos sobreviventes ao acidente. A droga apreendida também foi transferida para Cuiabá.

Na tarde de ontem, destroços da aeronave foram vistos por militares do Exercito. Radares registraram a presença do avião, que não estava no plano de vôo da Infraero. A suspeita era de que se tratava de um avião clandestino.

Os dois presos foram encaminhados para a Penitenciária Central do Estado, no bairro Carumbé, em Cuiabá.

Deixe seu Comentário

Leia Também