Menu
Buscarsegunda, 27 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
13°C
Polícia

DOF combate 'tráfico formiguinha' em operações de fim de ano

27 dezembro 2016 - 20h13

O Departamento de Operações de Fronteira, uma das principais ferramentas do Governo de Mato Grosso do Sul no combate ao narcotráfico e ao crime organizado na fronteira com o Paraguai e com a Bolívia, fez durante o final de semana, no feriado de Natal, a prisão de seis pessoas, incluindo dois adolescentes, pela prática do tráfico de drogas. Todos os envolvidos estavam transportando entorpecentes na modalidade “formiguinha”, considerada uma das principais formas de tráfico de drogas na região de fronteira durante o ano de 2016.

Das mais de 60 toneladas de drogas apreendidas pelo DOF até o momento neste ano, estima-se que em torno de 15 toneladas foram apreendidas nessa modalidade de tráfico, onde o traficante contrata “mulas” (pessoas), para fazer o transporte de pequenas quantidades através de ônibus, carro, motocicletas, bicicletas e ainda os famosos “caroneiros”, que ficam às margens das rodovias com pequenas cargas de droga, pedindo carona no intuito de camuflar a ação criminosa.

A primeira apreensão foi realizada na manhã do sábado (24), durante abordagem a um ônibus que fazia o itinerário Antônio João x Dourados, pela rodovia MS 164. Os policiais abordaram o ônibus e acabaram por encontrar nas bagagens de uma adolescente de 17 anos, moradora na cidade de Antônio João, 16 tabletes de maconha que totalizaram 15 quilos da droga. Segundo declaração da adolescente, ela trocou uma motocicleta pelo entorpecente na cidade de Antônio João e traria a droga para Dourados. O caso foi registrado na Defron (Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira), em Dourados.

O segundo caso ocorreu ainda no dia 24, durante abordagem a um ônibus na rodovia MS 156, na região de Caarapó, onde mais uma adolescente de 17 anos foi apreendida. Durante vistoria nas bagagens dos passageiros, do ônibus que fazia o itinerário Coronel Sapucaia x Dourados, foi localizado nos pertences da adolescente oito tabletes de maconha, ou seja 8,5 quilos da droga, que relatou ter sido contratada para pegar a maconha em Coronel Sapucaia para levar até à Capital, e que receberia R$ 2 mil pelo transporte.

No mesmo ônibus foram presos, ainda, Maximiano Cavalheiro, de 26 anos, Marcio Barbosa, de 18 e Roseli Ferreira, de 32, ambos moradores na reserva indígena Teykuê, que fica localizada no município, com cinco quilos de entorpecentes. Os autores alegaram que a droga seria para consumo. Ambos os casos foram registrados como tráfico de drogas na delegacia de Caarapó.

Fechando o feriado na madrugada desta segunda-feira (26), no decorrer de mais uma abordagem a um ônibus que fazia o itinerário Campo Grande x Naviraí, o DOF apreendeu Fátima Aparecida Alvarenga, de 45 anos, moradora da cidade de Rio Verde de Mato Grosso, transportando 400 gramas de crack. A droga estava junto ao corpo de Fátima, que relatou que foi contratada para levar o entorpecente até Naviraí, e que receberia R$ 400 pelo ‘serviço’. O caso foi registrado como tráfico de drogas na delegacia da cidade.

A operação Boas Festas continua até o dia 2 de janeiro de 2017, com mais de 50 policiais distribuídos nas regiões de fronteira do Estado, e ainda na região de Sonora e Pedro Gomes. “O combate a esse tipo de crime, que ocorre com muita incidência e que pelas quantidades pequenas de droga dificulta a repressão pelos organismos policiais na fronteira, é feito pelos policiais do DOF, que tem se especializado no combate a esse tipo de modalidade criminal através da rotina de cursos de especialização promovidos pela unidade, tornando dessa forma a repressão muito mais ativa, gerando uma maior sensação de segurança à população e a comunidade fronteiriça”, destacou o diretor do DOF, coronel Ary Carlos Barbosa.

Deixe seu Comentário

Leia Também