Menu
Buscarquarta, 12 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
banner100
Dourados

Homem em surto invade casa, morre com sete tiros e crianças pedem socorro

Márcio de Sousa Batista, de 44 anos, arrombou uma conveniência, uma residência e anunciou que mataria os moradores; Polícia Militar foi acionada.

17 agosto 2022 - 14h22Por G1/MS

Um homem, identificado como Márcio de Souza Batista, de 44 anos, morreu em um confronto com a Polícia Militar de Dourados,  após invadir uma conveniência, uma casa e ameaçar família de morte, durante a madrugada desta quarta-feira (17). Para escapar, o casal e os dois filhos se trancaram no banheiro.

A confusão teve início em um posto de combustível, no bairro Parque das Nações II. De acordo com o registro policial, alarmes avisaram sobre a invasão em uma conveniência. No local, a porta de vidro foi quebrada, freezers revirados e objetos jogados no pátio. Um cachimbo usado para fumar crack e sacolas com peças de roupa foram encontradas.

Policiais saíram em buscas do suspeito pela cidade e no meio do caminho foram parados por um vigia de moto, que contou ter sido abordado pelo mesmo homem e forçado a levá-lo até um outro endereço. O vigia acompanhou a polícia até o ponto em que o homem desceu da moto. Ali, os militares ouviram gritos de crianças.

"Socorro, ele vai nos matar"

Ainda na madrugada de quarta-feira, Márcio invadiu uma casa onde estavam um casal e os filhos, de 4 e 12 anos. O homem pulou o muro e tentou arrombar uma janela, mas ela tinha grades, o que impossibilitou a sua entrada. O bandido deu a volta e conseguiu arrombar a porta.

Quando ele conseguiu entrar pela cozinha, se apossou de uma faca. Para escapar, o casal e os filhos se trancaram no banheiro e o homem escorou o corpo na porta para não deixar o bandido entrar. As crianças passaram a gritar por ajuda: “Socorro, ele vai nos matar”.

Os militares entraram na casa e passaram a falar para o bandido se entregar, jogar a faca no chão, mas ele se recusou. “Vou matar vocês”, dizia o homem. O morador em desespero gritou para os policiais: “Não aguento mais segurar a porta”. Momento em que o bandido foi em direção aos policiais com a faca em punho, que reagiram e atiraram.

Márcio foi atingido com sete disparos. Conforme o registro policial, o socorro chegou a ser acionado, mas o suspeito não resistiu aos ferimentos.

Enquanto a perícia trabalhava no local em que o suspeito foi baleado, os policiais voltaram a conveniência e através de imagens das câmeras de segurança, confirmaram que o mesmo homem que entrou no estabelecimento, invadiu e ameaçou a família de morte.

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também