Menu
Buscarquinta, 23 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
33°C
cmd nao
Polícia

Morre homem que teve língua cortada para não revelar assaltantes

30 dezembro 2016 - 10h39

Ilson Turíbio, de 36 anos, morreu depois de ter a língua cortada por um jovem e dois adolescentes no sábado (24) passado, em Maracaju. Ele estava internado na Santa Casa, em Campo Grande, e morreu há dois dias, mas o caso só foi divulgado pela Polícia Civil nesta sexta (30), de acordo com o jornal Correio do Estado.

A vítima foi assaltada e para não entregar os responsáveis pelo crime, teve a língua amputada, segundo a publicação. Os suspeitos foram identificados como Elias Edson da Silva Oliveira, de 21 anos, que foi preso e dois adolescentes, de 13 e 15 anos, já apreendidos; o de 15 confirmou que foi ele quem decepou parte do corpo de Ilson.

De acordo com a polícia, o homem estava bebendo quando encontrou com os suspeitos, que também estavam ingerindo bebida alcoólica. Ao perceber que a vítima estava com uma carteira e certa quantia em dinheiro, começaram a planejar o roubo.

Minutos depois, os envolvidos foram para uma estrada vicinal e ficaram esperando Ilson. No local, eles o abordaram e exigiram o dinheiro e sua bicicleta, mas ele se negou a entregar. Então, o adolescente de 15 anos deu um golpe de faca, que segundo os investigadores, foi forte o suficiente para quebrar a ponta da arma.

Assim que pagaram os pertences, os assaltantes começaram a espancar o homem e para que Ilson não os entregassem para a polícia, decidiram cortar a língua dele, fugindo em seguida. A vítima foi socorrida e encaminhada para Santa Casa, onde não resistiu aos ferimentos. Elias foi indiciado por latrocínio e os adolescentes irão responder por ato infracional, conforme o jornal.

Deixe seu Comentário

Leia Também