Menu
Buscarsábado, 15 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
banner100
Brasil

Morte de 'golpista de luxo' ao cair de sacada não teve participação de terceiros

Kelly Samara dos Santos, de 33 anos, ficou conhecida em todo o país por aplicar golpes em pessoas da alta sociedade e inspirar personagem de novela da Globo.

14 julho 2022 - 08h30Por g1/ms

A polícia encerrou o inquérito da morte de Kelly Samara dos Santos, de 33 anos, conhecida nacionalmente como "golpista de luxo". A investigação concluiu que não houve participação de terceiros e a queda da sacada do apartamento, no 4º andar, em Laguna (SC), teria sido provocada pela própria sul-mato-grossense.

De acordo com o delegado da Polícia Civil de Laguna, William Batisti, as investigações apontaram que não houve a participação de outra pessoa.

"Tudo indica que a falecida se lançou do prédio, ou então, devido ao estado em que se estava, após consumo de substâncias ilícitas e de álcool, não tenha conseguido sustentar seu próprio corpo", informou o delegado.

Ainda conforme a polícia, após analisar as imagens do circuito de segurança e ouvir testemunhas, o inquérito foi encaminhado à 2ª Promotoria, que defendeu o arquivamento do caso.

Kelly Samara morreu nesta sexta-feira (18)  Foto: Arquivo

Kelly Samara — Foto: Arquivo

Entenda o caso

Na madrugada do dia 18 de fevereiro deste ano, Kelly e o namorado teria tido uma discussão ao chegar em casa. Na época, o homem disse à polícia que ela teria caído após ter ameaçado se jogar quando o mesmo disse que gostaria de terminar o relacionamento.

“Começou a falar que iria se matar, chegando a ir próximo da sacada do apartamento”, disse. O namorado alegou ainda que chegou a segurar Kelly e levar para dentro do apartamento algumas vezes, mas que ela estava alterada e acabou saindo novamente. “Se sentou sobre o mural e começou a fazer como se fosse ‘balanço’, indo e voltando, sentada, até que se soltou ou não conseguiu se segurar”, confirmou o delegado.

"Golpista de luxo"

Natural de Amambai, a 352 km de Campo Grande, Kelly começou a aplicar golpes aos 13 anos e inspirou a personagem "Atena" da novela "A regra do jogo'" da Globo.

Um de seus crimes mais famoso foi o furto de uma gravura do pintor espanhol Juan Miró, avaliada, na época, em US$ 18 mil. Para isso, ela seduzir o filho do dono da galeria Portal Galeria de Artes, em São Paulo, e aos poucos foi ganhando acesso ao local. A obra de arte foi vendida por ela por US$ 1 mil.

Dourados, a 226 km da capital sul-mato-grossense, foi a última cidade em que Kelly foi presa, logo depois de dopar e roubar um empresário de Ponta Porã com um “boa noite Cinderela”.

Em 2012 ela ganhou o direito de ir para o regime semiaberto e assim que saiu da cadeia, fugiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também