Menu
Buscarquinta, 18 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
16°C
Polícia

Polícia fecha boca-de-fumo, prende duas traficantes e apreende 12 crianças

13 março 2011 - 14h40Por Redação Douranews, com Midia Max

A Polícia Civil de Corumbá prendeu duas mulheres ao realizar uma operação que visava fechar uma "boca-de-fumo" que funcionava na área central da Cidade Branca. No local estavam doze crianças, sendo que uma delas preparava papelotes de pasta base.

O flagrante aconteceu no final da tarde de quinta feira e segundo a delegada Elaine Cristina Benicasa, as investigações já estavam em andamento há pelo menos cinco meses. A policial explicou ainda que ""as crianças são filhos das traficantes e presenciavam toda a movimentação do local. Uma delas estava embalando paradinhas de pasta base na hora em que chegamos. São todos menores, filhos e sobrinhos, são todos da família", afirmou a delegada.

As duas traficantes são irmãs e foram identificadas como Rosimari Lemos Cabral, de 30 anos, e Kelly Rosana Ibanes Cabral, de 28, tendo sido autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação e corrupção de menores.

De acordo com o site Midia Max, a delegada comentou que o grande número de crianças assustou aos próprios policiais. "Quem mexe com quebra de bocas sabe que é cenário comum haver crianças no local. Mas, a grande quantidade chamou atenção, assustou e uma delas ainda ajudava a enrolar os papelotes. Elas conviviam ali, cientes da situação. Os pais não têm consciência disso", ressaltou a delegada Elaine. O Conselho Tutelar foi acionado.

Na casa, os agentes policiais encontraram 181 papelotes de pasta base de cocaína; R$ 119 em cédulas e moedas e objetos, que de acordo com a delegada configuram o crime de receptação, pois seriam utilizados, pelos usuários, para trocar por drogas. Foram apreendidos aparelhos de DVD; televisão; equipamentos de som; telefones celulares; relógios; garrafas de uísque; além de peneiras usadas para refinar o entorpecente.

A delegada Elaine Cristina explicou que no momento da chegada dos policiais ao local, a mãe de Kelly e Rosimari também estava na casa. Mas ela foi liberada porque "não estava diretamente envolvida nos crimes", disse.

As duas irmãs presas estão grávidas. Contra Rosimari já havia um mandado de prisão expedido pela Justiça e ela tem duas passagens policiais por tráfico de drogas. Ambas permaneceram no 1º Distrito Policial aguardando encaminhamento para o presídio feminino.