Menu
Buscarsexta, 19 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
Polícia

Quadrilha que aplicava golpes por telefone é alvo de operação federal

31 janeiro 2017 - 11h22

As polícias civis de Mato Grosso e São Paulo fazem operação nesta terça-feira (31), em cinco cidades matogrossenses contra uma quadrilha que teria aplicado golpes por telefone em mais de 800 pessoas em oito estados e no Distrito Federal. Os crimes eram liderados por detentos de unidades prisionais em Cuiabá e Rondonópolis. As investigações tiveram início há quatro meses, pela Polícia Civil em Presidente Venceslau/SP.

A operação, chamada Adrenalina, deve cumprir 35 mandados, sendo 14 de prisão temporária e 21 de busca e apreensão, em Cuiabá, Rondonópolis, Sinop, Cáceres e Campo Verde.

Sicredi

A quadrilha, que seria composta por 31 pessoas, é suspeita de estelionato, extorsões e lavagem de dinheiro. Para aplicar os golpes, os bandidos se passavam por falso diretor clínico de hospital contra parentes de pessoas internadas em UTIs e falso membro do Ministério Público Federal em fiscalização a prefeituras. Também simulavam sequestros e diziam que parentes das vítimas estavam em perigo.

O Hospital Universitário da UFGD chegou a denunciar situação semelhante no final do ano passado, alertando pacientes e familiares contra esse tipo de golpe.

Segundo as investigações, oito dos 31 suspeitos estão em presídios de Mato Grosso. O grupo criminoso teria feito vítimas em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, Rondônia, Mato Grosso do Sul e também no Distrito Federal, conforme divulga o portal G1.

Deixe seu Comentário

Leia Também