Menu
Buscardomingo, 23 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
31°C
cmd literatura
banner100
ELEIÇÕES 2022

André diz que volta para garantir emprego

"Pandemia quebrou muita gente, temos que trabalhar duro", disse

24 julho 2022 - 08h07Por Redação Douranews

Pré-candidato ao Governo de Mato Grosso do Sul, o ex-governador André Puccinelli (MDB) esteve em Dourados neste final de semana. No final da tarde de quinta-feira (22), ele se encontrou com o presidente da Associação de Moradores do bairro Parque dos Jequitibás, Iatâncledson Cardoso.

Durante o encontro, promovido por intermédio do presidente da Câmara, vereador Laudir Munaretto, pré-candidato a deputado federal pelo MDB com André, o presidente do bairro apresentou as demandas da região, principalmente em relação a falta de pavimentação asfáltica e da necessidade de construção do Ceim (Centro de Educação Infantil municipal) na região.

O pré-candidato visitou empresas da cidade, manteve encontro com lideranças do setor na Aced (a Associação Comercial e Empresarial) da cidade, lembrou das tratativas realizadas na gestão do ex-prefeito Murilo Zauith na área de Saúde, “com o competente e persistente Sebastião Nogueira (o secretário de Saúde da época) e disse que o regime de municipalização deve continuar predominando.

André Puccinelli relacionou a Educação como outro setor prioritário, mas disse que o principal é a retomada do emprego. “Essa pandemia quebrou com muito boteco e empresas, a pedida é pela retomada, as pesquisas pedem saúde, habitação e emprego, essa é a tríade principal”, confirmou durante encontro com os jornalistas Osvaldinho Duarte, Daniel Santos e Cícero Faria no programa ‘Espaço Aberto’ da rádio Grande FM.

Na opinião do ex-governador, a questão da indicação, ou não, de um nome para ser o vice-governador por Dourados, também é irrelevante. “Pra que, se já terão o governador. Porque eu sou daqui, fui médico de Fátima do Sul, Dourados, Caarapó, Juti, essa região me acolheu, sou grato e saberei representa-la devidamente”, justificou.

Todos daqui

Na quarta-feira (20), o ex-secretário de Infraestrutura do Estado, Eduardo Riedel, também disse, no encontro com jornalistas em Dourados, que o vice é pouco diante da representatividade que ele pode desempenhar “porque sou daqui de perto [começou a carreira empresarial em Maracaju] e já trabalhei na antiga Socigran, minha carteira foi assinada pela Cecília [mulher do vice-governador Murilo Zauith, e atual gestora da Unigran], e no dia seguinte (21), a deputada federal Rose Modesto repetiu o discurso: “Sou da região [iniciou a atividade pública por Culturama, na região de Fátima do Sul e passou parte da infância em Dourados], eu serei a governadora de Dourados”.