Menu
Buscarsábado, 22 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
unigran24
banner100
ELEIÇÕES 2022

Dani disputa vaga a federal pelo Novo

Empresária douradense é opção para o eleitor

26 agosto 2022 - 14h21Por Redação Douranews

O partido Novo lançou seis nomes à Câmara Federal por Mato Grosso do Sul. De acordo com o deputado federal e candidato a vice presidente da República, Tiago Mitraud (Novo-MG), a legenda não lançou nenhum candidato para as demais vagas, de deputado estadual, senador ou governador porque o foco é eleger pelo menos um dos postulantes para a bancada sul-mato-grossense na Câmara dos Deputados.

“São nomes novos, de pessoas que não têm mandato”, explicou, citando a empresária douradense Danielle Viebrantz, o médico Gustavo de Lara, a psicóloga Giani Grando, o advogado Paulo Ricarte, o professor Eduardo Ruffino e o empresário Roger Milan, todos já registrados no sistema da Justiça Eleitoral.

Com a sigla ainda em construção, Tiago diz que de 2018 muita coisa já foi estruturada. Na eleição geral passada o engenheiro João Amoêdo disputou a presidência da República e obteve 2,5% dos votos, desempenho considerado bom pelos correligionários, já que foi o primeiro pleito. Neste pleito o nome que encabeça a chapa é o do cientista político Felipe D'Àvila.

Nas eleições passadas, a legenda conseguiu eleger oito deputados federais, além do governador de Minas Gerais, Romeu Zema. Sobre a proposta de fazer jus ao nome e ser o ‘novo’ na política, Tiago “isso não é tão difícil, aliás, novo é não querer entrar na velha política”.

O Novo se considera a bancada mais econômica do Congresso e ele próprio o deputado federal mais econômico. “Nossos gabinetes não são lotados de cabos eleitorais, enxugamos tudo”, garante, ao informar ainda que a legenda abriu mão do fundo eleitoral que é distribuído para custear campanhas de candidatos.