Menu
Buscarsegunda, 22 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
31°C
Política

Documento arquivado na Câmara diz que vereadora Délia é tampão

25 fevereiro 2011 - 15h26Por Redação Douranews

Um documento oficial da Câmara Municipal de Dourados, assinado pela atual presidente, a vereadora Délia Razuk (PMDB) quando da eleição para a nova Mesa diretora da Casa, em setembro do ano passado, pode ser o obstáculo principal para a permanência dela como presidente, como pretende, até setembro do ano que vem. O assunto é abordado pelo jornalista Nicanor Coelho, no blog que mantém na Internet.

A tese de que o mandato seria de dois anos, a partir de 13 de setembro de 2010, e não apenas “tampão” [para encerrar o ano legislativo de 2010] cai por terra diante de um documento, omitido pela defesa de Délia na Justiça, que resultou na liminar para garantir a permanência dela no cargo, diante da decisão do Tribunal de Justiça que suspendeu os efeitos da sessão que elegeu o vereador Idenor Machado (DEM) para a presidência.

No “Termo de Posse”, que está arquivado na secretaria da Câmara, consta que Délia foi eleita para um mandato tampão apenas para o ano de 2010. Assim como Délia, o vereador Dirceu Longhi também assinou este termo de posse, depois de ter sido eleito para o cargo de vice-presidente.

Por conta deste “Termo de Posse” a decisão que garantiu a permanência de Délia na presidência da Câmara poderá ser revogada pelo Tribunal de Justiça e se isso acontecer Idenor Machado deverá ser empossado no cargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também