Menu
Buscarsábado, 20 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
14°C
CONTRA MISOGINIA

Gleice traz ministra para debater direitos da mulher

Audiência pública acontece sexta-feira na Câmara de Dourados

03 abril 2024 - 11h14Por Assessoria

A deputada estadual Gleice Jane (PT) convocou audiência pública com o tema “Os Caminhos Inclusivos Rumo a um MS sem Misoginia”, marcada para esta sexta-feira (5) às 13h30, na Câmara de Dourados, que está funcionando no Shopping Avenida Center. O evento contará com a presença da ministra das Mulheres Cida Gonçalves e visa discutir políticas públicas nacionais e adaptá-las à realidade diversificada de Dourados, com enfoque especial nas necessidades das mulheres da região.

“Esta audiência é um marco em nossa luta contínua por uma sociedade livre de misoginia. A presença da nossa ministra Cida Gonçalves é uma ponte para políticas públicas nacionais, mas será também uma oportunidade essencial para apresentar a ela essa troca para abordar as particularidades de Dourados com o objetivo de que as demandas sejam reconhecidas e atendidas”, adianta a deputada. 

Gleice detalha que há anos atua no enfrentamento da violência contra as mulheres, com enfoque nas necessidades das mulheres indígenas, mas que há também um debate importante e necessário em torno das mulheres migrantes. “Buscamos a criação de políticas públicas que reflitam nossas realidades e necessidades específicas dessas mulheres em situação de vulnerabilidade”, pontua. 

A audiência pública se propõe ainda a contribuir para proporcionar um aumento crucial ao avanço dos direitos das mulheres em Mato Grosso do Sul, oferecendo uma plataforma para que suas vozes sejam ouvidas e suas demandas priorizadas. A iniciativa da parlamentar em convocar a discussão não apenas destaca a atuação na promoção da igualdade de gênero, mas também serve como oportunidade para que o movimento de mulheres exponha em âmbito nacional suas reivindicações da cidade e entorno.

“A presença da ministra e a atenção às demandas regionais sugerem uma oportunidade sem precedentes para moldar um futuro mais inclusivo e igualitário para todas as mulheres de Dourados e, por extensão, de todo o Estado”, finalizou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também