Menu
Buscarquinta, 13 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
31°C
unigran24
banner100
CAMPANHA

Marquinhos promete igualar salários e reduzir jornada

Pré-candidato a governador diz que professores devem ganhar iguais

31 maio 2022 - 09h32Por Assessoria

O pré-candidato do PSD ao Governo de Mato Grosso do Sul, Marquinhos Trad, está prometendo, se eleito, mudanças administrativas para corrigir o que considera injustiças com os servidores públicos do Governo do Estado. No Plano de Governo que está construindo, uma determinação dele é para que haja a igualdade salarial para professores.

“Na área da educação, a primeira coisa que a gente vai fazer é devolver a isonomia salarial entre professores efetivos e professores convocados. É justo. Mato Grosso do Sul, por muitos anos, é o único estado do Brasil que trata iguais com salários diferentes. O professor cumpre a mesma carga horária, mesmo tempo de conteúdo programático e o efetivo recebendo quase o dobro que o convocado, 47,7% a mais, segundo a Fetems. Isso fazendo o mesmo trabalho e com a mesma formação”, lamentou.

O pré-candidato do PSD também defende mudanças na carga horária de servidores do Estado. “Vamos voltar ao horário de expediente de seis horas nas repartições públicas. Está comprovado que a jornada de seis horas é mais produtiva, eficiente e eficaz”, justificou.

Na Prefeitura de Campo Grande, Marquinhos aprovou 57 projetos em benefício de servidores públicos. Da criação de tabela salarial a auxílio alimentação e plano de cargos e salários, corrigindo distorções de muitos anos, informa, por meio de assessoria.

“Plano de cargos e carreiras para Guarda Municipal, Saúde, Assistência Social, engenheiros, arquitetos e tecnólogos, referência 14-B. Concurso para guarda, auditor fiscal, procurador, o maior concurso da história da saúde. No Estado, corrigiremos injustiças como estas que atingiram muitos professores”, conclui o pré-candidato.

Deixe seu Comentário

Leia Também