Menu
Buscarsábado, 22 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
unigran24
banner100
NOVO QUADRO

PP domina Assembleia

Tereza Cristina mostrou força na 'dança dos partidos' no Estado

03 abril 2022 - 09h52Por Redação Douranews

A nova composição da Assembleia Legislativa em Mato Grosso do Sul, após o fechamento da ‘janela partidária’, o prazo dado pela Justiça Eleitoral para que parlamentares com mandato possam mudar de legenda com vistas às eleições do dia 2 de outubro, revela o predomínio dos partidos da base de sustentação do Governo e deve reforçar as articulações em torno do nome do ex-secretário Eduardo Riedel (PSDB) como postulante à vaga do governador Reinaldo Azambuja a partir do ano que vem.

Fechada a fase do troca-troca, o PP se consolidou como a maior legenda na Casa de Leis estadual. Além dos deputados Evander Vendramini e Gerson Claro, o Progressistas agora tem Londres Machado, que deixou o PSD e a dupla douradense Barbosinha e Marçal Filho, o primeiro saiu do DEM e o outro deixou o PSDB. A presença da ex-ministra da Agricultura, a deputada federal Tereza Cristina, teve papel decisivo nesse crescimento do partido.

Barbosinha deixou DEM para seguir amiga Tereza (Eliel Oliveira)

Em segundo lugar, o partido do governador, o PSDB, manteve o presidente da Assembleia, deputado Paulo Correa e a líder do Governo Mara Caseiro e ainda ganhou Zé Teixeira, que deixou o DEM depois de quase 30 anos e Jamilson Name, eleito pelo PDT. O PL do presidente Jair Bolsonaro tinha apenas um deputado no Estado ( João Henrique) e agora está reforçado por – Neno Razuk, ex-PTB e o Coronel Davi, até então no PSL, que perdeu ainda o Capitão Contar, novo filiado do PRTB e anunciando disposição de pré-candidatura ao Governo.

PT, com Pedro Kemp e Amarildo Cruz, o MDB, com Marcio Fernandes e Renato Câmara e o Republicanos, com Antonio Vaz e Herculano Borges, se mantém na Casa, onde o PDT ganhou Lucas de Lima (ex-Solidariedade), o PSB passa a ter bancada, com Paulo Duarte (ex-MDB), o deputado Felipe Orro trocou o PSDB pelo PSD, atraído pelo projeto de Governo do ex-prefeito da Capital, Marquinhos Trad e o Podemos passa a ter bancada com o deputado Rinaldo Modesto, irmão da federal Rose, que também se coloca como pré-candidata a governadora. O Patriotas mantém Lidio Lopes.