Menu
Buscarquarta, 17 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
18°C
Brasil

Índice de homicídios caiu 11,9% em Mato Grosso do Sul

25 fevereiro 2011 - 13h25Por Redação Douranews, com Assessoria

Mato Grosso do Sul apresenta o menor índice de homicídios da região Centro-Oeste e obteve registros menores do que a média nacional, de acordo com dados do Mapa da Violência 2011: Jovens do Brasil, divulgado pelo Ministério da Justiça.

Conforme os números do estudo, o Estado apresentou crescimento de 3,1% no índice de homicídios entre 1998 e 2008, observada a população total da região. Número bastante inferior à média nacional que foi de 19,5%. O levantamento aponta ainda que se considerados grupos de 100 mil habitantes a taxa de homicídios em Mato Grosso do Sul caiu razoavelmente, apresentando déficit de 11,9%.

Verificando os índices da região Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul obteve uma elevação menor que a registrada em outros estados: Mato Grosso teve crescimento de 11,3% no índice de homicídios; o Distrito Federal obteve média de 21,3% e em Goiás o percentual médio ficou em 175,8%, considerando os registros de 1998 a 2008.

Ao analisar as capitais de cada unidade da federação, o levantamento do Ministério da Justiça aponta ainda, que Campo Grande registrou queda no número de homicídios na população total da cidade. O estudo mostra que a capital sul-mato-grossense apresentou diminuição de 17,3% neste índice. Quando são observados grupos de 100 mil habitantes a queda é ainda maior, chegado ao nível de 29,8%.

Nos dez anos analisados no documento do Ministério da Justiça, Campo Grande caiu dez posições no ranking de taxas de homicídios. Enquanto em 1998 a Capital aparecia em 13ª colocação, no ano de 2008 a cidade chegou ao 23º lugar entre as 27 capitais.

Considerando a taxa de homicídios entre grupos de 100 mil habitantes, com 18 a 24 anos, a Capital também apresentou queda no índice, com déficit de 4,9%. Neste sentido, a cidade também perdeu posições entre as capitais com maior número de homicídios, saindo da 14ª posição em 1998 e ocupando a 22ª em 2008.

O levantamento foi elaborado pelo Instituto Sangari em parceria com o Ministério da Justiça. O estudo apresenta um diagnóstico sobre como a violência tem levado à morte brasileiros, especialmente os jovens, nos grandes centros urbanos e também no interior.

Veja o ranking nacional e estadual das cidades do MS no relatório divulgado pelo Ministério da Justiça em 24/02/2011

017ª – 1ª CORONEL SAPUCAIA

024ª – 2ª AMAMBAI

068ª – 3ª PONTA PORÃ

178ª – 4ª PARANHOS

193ª – 5ª PORTO MURTINHO

225ª – 6ª MUNDO NOVO

227ª – 7ª RIO BRILHANTE

236ª – 8ª IGUATEMI

245ª – 9ª ÁGUA CLARA

246ª – 10ª DOURADOS

280ª – 11ª SETE QUEDAS

281º - 12ª TRÊS LAGOAS

359ª – 13ª GUIA LOPES DA LAGUNA

371ª – 14ª MARACAJU

427ª – 15ª CAMAPUÃ

526ª – 16ª TERENOS

542ª – 17ª RIBAS DO RIO PARDO

554ª – 18ª COSTA RICA

570ª – 19ª RIO VERDE

597ª – 20ª CAARAPÓ

610ª – 21ª ITAQUIRAÍ

624ª – 22ª CORUMBÁ

645ª – 23ª CAMPO GRANDE

657ª – 24ª SIDROLâNDIA

666ª – 25ª JARDIM

705ª – 26ª NOVA ALVORADA DO SUL

769ª – 27ª BELA VISTA

778ª – 28ª BONITO

870ª – 29ª SÃO GABRIEL DO OESTE

888ª – 30ª NAVIRAÍ

967ª – 31ª BRASILÂNDIA

1020ª – 32ª CHAPADÃO DO SUL

1026ª - 33ª BATAYPORÃ

Deixe seu Comentário

Leia Também