Menu
Buscarquarta, 12 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
30°C
unigran24
banner100
'feliz e dedicada'

Motorista de ônibus de 75 anos é uma das primeiras a emitir nova CNH em MS

Fátima Aparecida do Nascimento é motorista de ônibus coletivo há 20 anos em Campo Grande. A entrega das primeiras Carteiras Nacionais de Habilitação ocorreram em cerimônia na capital.

01 junho 2022 - 14h30Por Agência Brasil

Fátima Aparecida do Nascimento, de 75 anos, foi uma das primeiras pessoas a receber a nova versão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Mato Grosso do Sul. Há 20 anos, Fátima é motorista de ônibus coletivo em Campo Grande.

 

“Estou muito feliz por esse reconhecimento. Isso é muito bom! Eu trabalho há mais de 20 anos cuidando de todos os que pegam o coletivo. Sou muito feliz e dedicada”, detalhou Fátima.

Para o governo do estado, Mato Grosso do Sul é uma das primeiras unidades federativas a realizar a emissão do novo modelo da CNH. Entre as mudanças, o documento tem tradução em três idiomas e poderá ser substituído à medida que os motoristas forem renovando ou emitindo a segunda via.

A mudança tem o objetivo de padronizar o sistema e trazer mais segurança aos motoristas com o uso de tinta que brilha no escuro, holograma e impressão reativa a luz ultravioleta, dificultando falsificações.

O diretor-presidente do Detran-MS, Rudel Trindade Junior, falou do pioneirismo de Mato Grosso do Sul, que conta com 95% dos serviços de forma digital. “Esse evento coroa o que é o Detran de Mato Grosso do Sul. Não é por acaso que o lançamento é aqui. É porque a gente tem a capacidade”, afirmou.

Novas mudanças

 

Nova Carteira Nacional de Habilitação CNH começa a ser emitida em Goiás a partir de 2 de junho   Foto: Reprodução/Detran-GO

Nova Carteira Nacional de Habilitação CNH começa a ser emitida em Goiás a partir de 2 de junho — Foto: Reprodução/Detran-GO

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu, por meio da resolução nº 886, o novo desenho da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O modelo começará a ser emitido a partir de 1º de junho de 2022, à medida em que os condutores forem renovando ou emitindo a segunda via.

Não haverá necessidade de troca imediata para o novo padrão. O documento poderá ser expedido em meios físico, digital ou ambos. A escolha ficará à critério do condutor.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 23 de dezembro. A nova CNH tem predominância das cores verde e amarelo e trará uma tabela para identificar os tipos de veículos que o motorista está apto a conduzir.

A primeira coluna terá a categoria da CNH, seguida por uma imagem do automóvel e a indicação se o dono do documento está habilitado para dirigir aquele tipo de veículo.

O documento também vai apontar se o condutor tem apenas permissão para dirigir, por meio da letra "P", ou se já possui CNH definitiva, com o uso da letra "D". O modelo também mostrará se o condutor utiliza a CNH para trabalhar, e terá um campo para apresentar possíveis restrições médicas.

A nova CNH mantém o QR Code, já disponível nos documentos emitidos a partir de 2017. O código vai armazenar todas as informações do documento, inclusive a fotografia, com exceção da assinatura do motorista.