Menu
Buscardomingo, 22 de maio de 2022
(67) 99913-8196
São Paulo
23°max
11°min
A SALVO

Douradense em Capitólio

Um dia antes do acidente, jornalista e família contemplaram canions

08 janeiro 2022 - 21h32Por Redação Douranews

A família do advogado e jornalista douradense Noemir Felipetto retornou nesta sexta-feira (7) de viagem de férias por várias regiões do País que incluiu no roteiro uma estada pelo lago de Furnas, em Capitólio (MG), onde ocorreu neste sábado (8) o desabamento de pedras em um cânion, provocando sete  mortes já confirmadas após atingir quatro embarcações que estavam na área no momento do acidente. Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado, o número de vítimas ainda pode aumentar.

Ao todo, 34 pessoas estavam envolvidas no acidente; 27 pessoas foram atendidas e liberadas com ferimentos leves, mas quatro ainda estão internadas. A estimativa inicial era de que 20 pessoas podiam estar desaparecidas, mas o número foi atualizado para 4, disseram os bombeiros. As buscas foram suspensas no começo da noite e serão retomadas neste domingo (9). Ainda não há informações oficiais sobre as causas do incidente. Pela manhã, a Defesa Civil de Minas Gerais havia feito um alerta sobre chuvas intensas e a possibilidade de ocorrências de "cabeça d'água' na região de Capitólio, mas ainda não há uma confirmação de isso ter sido causa das quedas no cânion.

Veja o registro da visita ao local

Felipetto, com a eposa Márcia e dois filhos, junto com um grupo de amigos, postou imagens em grupo de rede social destacando a beleza do lugar e a importância de ter conhecido esse pedaço do Brasil. “Um misto de alegrias e tristezas. Lugar deslumbrante. Estive lá um pouco antes do acidente. Vida que segue”, escreveu o jornalista no perfil do Facebook.