Menu
Buscardomingo, 23 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
31°C
cmd literatura
banner100
GREVE

Laudir abre negociações

Enquanto Prefeitura não se manifesta, Câmara quer impedir paralisação de professores

12 março 2022 - 09h40Por Redação Douranews

O presidente da Câmara de Dourados, vereador Laudir Munaretto (MDB), anunciou no final da tarde desta sexta-feira (11) a constituição de uma comissão de vereadores para auxiliar nas negociações entre a Prefeitura e os educadores, liderados pelo Simted (o Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação), diante da decisão da categoria em deflagrar greve geral a partir desta segunda-feira (14) nas escolas.

A comissão é formada pelos vereadores membros da Comissão Permanente de Educação – Sergio Nogueira (PSDB), Elias Ishy (PT) e Mauricio Lemes (PSB) – além dos vereadores Olavo Sul (MDB), Daniela Hall (PSD) e Fabio Luis (Republicanos).

Munaretto explica que a intenção do Legislativo é atuar como intermediador entre as partes, no sentido de buscar uma solução que contemple a todos e, com isso, evitar que essa greve venha a causar mais danos ainda para a comunidade escolar, já atingida pelos impactos da pandemia que tirou alunos da escola e impôs novas regras e limites ao aprendizado.

“Não podemos ficar omissos neste momento de apreensão de pais, que temem prejuízo maior para os mais de 30 mil alunos da rede municipal, que já vêm há quase dois anos sem aulas regulares e podem ser os principais prejudicados com a paralisação das aulas”, afirma o presidente, colocando a Câmara à disposição, tanto do Executivo quanto dos educadores.

Professores da rede municipal estão reivindicando da Prefeitura o reajuste salarial de 33%, anunciado recentemente pelo governo federal para estados e municípios como Piso Nacional. Os administrativos também pleiteiam a revisão dos salários, sob a alegação de que há cerca de sete anos não há uma recomposição de perdas.