Menu
Buscarsegunda, 27 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
13°C
POLÍCIA FEDERAL

Quem são os integrantes de grupos do tráfico alvos da PF em 11 estados

Federal cumpriu 25 mandados de prisão preventiva e 11 de prisão temporária em Dourados

16 maio 2024 - 14h45Por Redação Douranews

A Polícia Federal aponta 37 pessoas como integrantes de organizações criminosas investigadas nas duas operações simultâneas deflagradas nesta quinta-feira (15) em Mato Grosso do Sul e outros 10 estados. De acordo com a PF, os grupos são especializados no tráfico internacional de drogas e armas, evasão de divisas, falsificação de documentos públicos, tortura e outros crimes.

Operação Prime

Na operação Prime, os principais alvos foram os irmãos Marcel Martins Silva e Valter Ulisses Martins. Além deles, foi decretada prisão preventiva de Antônio Joaquim Mendes Gonçalves da Mota, o “Dom”, cujo pai, Antonio Joaquim da Mota, o “Tonho”, já está também preso.

“Dom” fugiu de helicóptero em outra operação da PF, no ano passado. Segundo a nova investigação, é o fornecedor de drogas para Marcel e Valter, que já atuaram em Curitiba (PR) e agora estão em Dourados. Eles tinham empresas para lavar dinheiro da droga. Várias pessoas ligadas a essas empresas também foram presas.

Operação Sordidum

A operação Prime é um desdobramento da Sordidum, que também apura tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. O chefe dessa organização, de acordo com os policias federais, é Ronildo Chaves Rodrigues. De Ponta Porã, ele agia na fronteira Brasil-Paraguai e até na Bolívia e América Central, envolvendo estrangeiros de diversas nacionalidades sul-americanas.

A polícia também detectou uma rede de doleiros que agiam para lavar o dinheiro do tráfico.

Alvos de prisão preventiva da Operação Prime

•    1. MARCEL MARTINS SILVA, de Dourados/MS;
•    2. VALTER ULISSES MARTINS SILVA, residente no Paraguai;
•    3 – ANTONIO JOAQUIM MENDES GONÇALVES DA MOTA, foragido;
•    4 – LUIS GUILHERME CHAPARRO FERNANDES, natural de Corumbá/MS, atualmente preso no sistema penitenciário estadual;
•    5. CARLOS JOSÉ ALENCAR RODRIGUES, de Dourados/MS;
•    6. HECTOR RODRIGO SALINAS ESQUIVEL, natural de Ponta Porã/MS, residente no Paraguai;
•    7. EDER MATHIAS BOCSKOR, de Ponta Porã/MS;
•    8. PAULO HENRIQUE DE FARIA, de São José/SC;
•    9. MARIO DAVID DISTEFANO FLEITAS, de Pedro Juan Caballero, no Paraguai;
•    10. PAULO ANCELMO DA SILVA JUNIOR, de Dourados/MS;
•    11. WAGNER GERMANY, de Campo Grande/MS;
•    12. VAGNER ANTONIO RODRIGUES DE MORAES (MORENO), de Curitiba/PR;
•    13. PAULO ANTONIO DA SILVA VIANA (SARITA), de Campo Grande/MS;
•    14. ALESSANDRO RODRIGUES DE MORAES, de Curitiba;

Alvos de prisão temporária da operação Prime


•    1. EVELYN ZOBIOLE MARINELLI MARTINS, natural de Umuarama/PR
•    2. DANILO CUSTODIO REBEQUE, de Dourados/MS

Alvos de prisão preventiva da Operação Sordidum

•    1. RONILDO CHAVES RODRIGUES, atualmente preso no município de Minaçu/GO;
•    2. JOSÉ RICARDO RODRIGUES CRUZ, de Tucumã/PA;
•    3. ALEXANDER SOUZA, de Maringá;
•    4. BERNARDO BARRIOS BURGOS, do Paraguai;
•    5. MARCOS ANTONIO JARA FLORENCIO;
•    6. CARLOS KLEIBER DE SOUZA MARQUES, de Campo Grande;
•    7. ERICSON DE SOUZA, de Ibaiti/PR;
•    8. WILLIAN SOILAN DE SOUZA, de Cruzeiro do Sul/PR;
•    9. LOURIVAL AUGUSTO DINIZ PEREIRA, de Xinguara/PA;
•    10. CELSO LUIS DE OLIVEIRA, de Rio de Janeiro/RJ
 

Alvos de prisão temporária da operação Sordidum

•    1. GERALDO CHAVES RODRIGUES, de Porto Alegre do Norte/MT;
•    2. SIMONIEL AZEVEDO FERREIRA DA SILVA, de Redenção/PA;
•    3. FILIPE DE CASTRO OLIVEIRA, de Lauro de Freitas/BA;
•    4. HERLANDERSON LEITE DA SILVA, de Boca da Mata/AL;
•    5. MANOEL DA ANUNCIAÇÃO FERREIRA RAMOS JUNIOR, de João Pessoa/PB;
•    6. GWTEMBERG MARTINS RODRIGUES, de Confresa/MT;
•    7. ROBERTO CHAVES PESSOA, de Minaçu/GO;
•    8. RAYRA RODRIGUES CRUZ, de São Felix do Xingu/PA;
•    9. LUZINETE RODRIGUES, de São Felix do Xingu, PA;
•    10. MARCELO BUBENA, de Maringá/PR;
•    11. PAULO SERGIO GAMBINE, de Maringá/PR;

As operações reuniram 273 policiais federais para o cumprimento de 64 mandados de busca e apreensão, sequestro de cerca de 90 imóveis identificados e bloqueio de bens e valores em desfavor de cerca de 80 pessoas e empresas envolvidas.

Armas, munições, joias, relógios, dinheiro, além de carros de luxo, foram apreendidos. Junto com as pistolas, os policiais encontraram uma faca e um cutelo, esse último, segundo a polícia, pode ter sido usado em uma das torturas praticadas pelos suspeitos. (Com: Alex Mendes e Adriano Fernandes, do G1)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também