Menu
Buscarsábado, 15 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
unigran24
banner100
SABATINA

Secretária fala sobre negociações com professores

Convocada por unanimidade, apenas 7 vereadores foram ouvir Ana Paula

13 maio 2022 - 13h07Por Redação Douranews

A secretária municipal de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes, esteve na Câmara de Dourados na manhã desta sexta-feira (13), atendendo a requerimento de vereadores para esclarecer vários questionamentos sobre o impasse criado em torno das reclamações dos profissionais da Educação, que chegaram a deflagrar greve no mês de março, durante negociação salarial com o município.

No requerimento, de abril e assinado por todos os vereadores, a titular da Educação foi questionada sobre as propostas apresentadas pela categoria e rejeitadas pela administração e sobre o impacto financeiro previsto com o reajuste pleiteado pelos educadores. Também indagaram sobre qual a possibilidade de comprometimento disponível para aumento da folha de pagamento e quais alternativas vislumbradas pela administração para a finalização das tratativas de greve.

Ana Paula esclareceu ponto a ponto os questionamentos dos vereadores, discorreu sobre o projeto de lei que concedeu reajuste aos trabalhadores da Educação e do esforço da administração municipal em atender aos anseios dos servidores e, também, para que a paralisação dos professores não prejudicasse o calendário escolar e o processo de ensino aprendizagem na rede municipal de ensino.

Atual líder do governo no legislativo, o vereador Sergio Nogueira (PSDB) considerou “altamente produtivo” o encontro, para esclarecer dúvidas, contribuir com o debate e a busca do melhor encaminhamento para as questões pertinentes ao setor. “Foi muito importante, serviu para esclarecer dúvidas e colocar os colegas vereadores a par da real situação do município e das tratativas com os trabalhadores da educação”, considerou.

A secretária disse que o projeto aprovado é resultado de uma ampla negociação com a categoria e um compromisso da administração municipal para que a nova composição salarial já pudesse entrar na folha para pagamento no início de maio.

O orçamento previa um aumento linear de 5% para todos os servidores. Porém, nas conversas e negociações o Município evoluiu a proposta para 10,39% em 2022. No caso dos professores da rede municipal, além dos 10,39% de reajuste linear, a administração concedeu 7,5% para o mês de julho, “promovendo a atualização dos índices percentuais ao longo do ano, que garante um reajuste de 18,86% aos professores em 2022, atingindo assim o Piso Nacional da Categoria determinado pelo governo federal para uma jornada de 40 horas semanais”.

Ana Paula participou do encontro com um grupo de sete dos 19 vereadores da Câmara, acompanhada pelo procurador geral do Município, Paulo César Nunes e o secretário municipal de Governo, Wellington Rocha. A presença dela na Casa de Leis para prestar esclarecimentos havia sido aprovada por unanimidade ao requerimento formulado pelo vereador Marcelo Mourão, do Podemos.

Deixe seu Comentário

Leia Também