Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
26°C
Saúde

Lacen promove encontro para reciclar profissionais e garantir qualidade de exames

11 novembro 2016 - 19h20

O Laboratório Central de Mato Grosso do Sul (Lacen) realiza nessa semana um encontro de “Atualização em Coleta, Acondicionamento, Armazenamento e Transporte de Material Biológico” destinado aos profissionais que integram a rede estadual de laboratórios. As palestras, que acontecem no Hotel do Lago em Campo Grande, tiveram início na noite de quarta-feira (9) e terminam na tarde desta sexta-feira (11).

A intenção do evento é promover a atualização de protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde para evitar perda de material coletado, assegurar rapidez no diagnóstico, garantir a segurança dos profissionais e o padrão de qualidade dos testes, entre outros objetivos.

Segundo o diretor do Lacen, Luiz Henrique Ferraz Demarchi, muitas amostras chegam ao Lacen com diversos problemas que acabam invalidando o material coletado. “Algumas amostras são encaminhadas de forma errada, acondicionadas com gelo reciclável insuficiente e também erros de cadastros”, explicou ele.

Mais de 80 pessoas participam do encontro e assistiram uma palestra sobre acidentes com materiais biológicos e a contaminação com esses resíduos por acidente de trabalho. Também foi pauta do evento uma discussão sobre uma nova metodologia (Ogawa) de diagnóstico para tuberculose que pode descentralizar os exames no Estado e, assim, promover maior rapidez na liberação dos resultados.

“Hoje, todos os exames de tuberculose são destinados ao Lacen. Com o uso dessa metodologia Ogawa, os laboratórios no interior do Estado não precisarão mais enviar os testes para Campo Grande e poderão liberar os resultados”, ressaltou Luiz.

Além da atualização e treinamento de coleta de material para diagnosticar zika e chikungunya, doenças ainda novas, os profissionais receberão também orientações sobre  a realização de exames que devem ser feitos por trabalhadores expostos a agrotóxicos.