Menu
Buscarquinta, 18 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
Agronegócio

Suspensa comercialização de 432 toneladas de forrageiras no MS

06 março 2011 - 14h46Por Redação Douranews, com Idest

A comercialização de aproximadamente 432 toneladas de Brachiaria humidícola foi suspensa em vários municípios sul-matogrossenses pelo Serviço de Fiscalização de Insumos Agrícolas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Mato Grosso do Sul (SEFIA/DDA/SFA-MS).

Os fiscais federais agropecuários da SFA/MS lacraram todo o estoque encontrado nessas condições e notificaram os responsáveis para apresentarem a documentação comprobatória da exploração dos campos de sementes. A falta de tal documentação implica em apreensão definitiva e multa para os infratores.

Os fiscais da SFA/MS descobriram um esquema fraudulento no qual os produtores regularizavam (inscreviam) um campo de produção de sementes de forrageiras e exploravam irregularmente vários outros em localidades diferentes do informado. Alguns inscreveram uma área muito menor que a colhida, deixando de recolher a taxa referente à inscrição dos campos de sementes, lesando os cofres públicos, caracterizando infração prevista na legislação brasileira de sementes.

No último ano o preço das sementes de forrageiras de clima tropical tiveram um aumento médio de 300%.

As irregularidades encontradas e a suspensão da comercialização das 432 toneladas sementes de forrageiras que estavam sendo preparadas para serem vendidas para os pecuaristas, motivaram uma reunião na última quarta-feira (02) no gabinete da superintendência em Campo Grande, para discutir as dificuldades do setor na regularização e inscrição de novas áreas de produção de sementes e o sistema de produção de Brachiaria humidícula no Brasil.

Participaram da reunião técnica, a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso do Sul (Aprossul), Embrapa Gado de Corte (CNPGC) e os fiscais do Serviço de Fiscalização de Insumos Agrícolas da SFA/MS.